Ambiente 09 maio 2017
Uma bola de água para comer | Foto: Pia Schiele/Ooho/Facebook

É possível que sim. Jovens engenheiros inventaram a 'Ooho!', uma bola de água, que dispensa o plástico.

O mundo estava sequioso por uma ideia como esta: embalagens de água sustentáveis, que não obrigam à utilização de plástico. E quem diz água, diz sumos, refrigerantes ou cosméticos.

A alternativa ao plástico foi encontrada por um conjunto de jovens engenheiros que criaram a ‘startup’ Skipping Rocks Lab, cujo primeiro produto é esta Ooho!, uma embalagem esférica feita à base de algas que permite armazenar água e que pode, inclusivamente, ser ingerida.

Senão for, a embalagem inovadora também não representa qualquer ameaça para o meio-ambiente já que é inteiramente biodegradável (demora entre quatro a seis semanas a decompor-se). E, face ao plástico, tem ainda outra vantagem: o preço de produção é mais barato.

A ‘Ooho!’ pode colocar-se inteira na boca e comer-se o invólucro - daí o slogan 'water you can eat' -, ou rasgar-se para ingerir apenas a água.

Tal como as garrafas de plástico, há ‘Ooho!’ de vários tamanhos e, além disso, é possível agrupar-se mais do que uma bola de água num invólucro também ele amigo do ambiente.

A  'Skipping Rocks Lab' tem sede em Londres e surgiu no seio do 'Imperial College'. Os cinco membros que neste momento formam a equipa lançaram recentemente uma campanha de 'crowdfunding' que não poderia ter sido melhor sucedida.

Em três dias, conseguiram alcançar o montante que necessitavam para darem os próximos passos: desenvolvimento de máquinas de venda da ‘Ooho!’ e constituição de uma equipa técnica capaz de encontrar uma forma mais eficaz de comercializar este produto.

Para já, a ‘startup’ tem comercializado as ‘Ooho!’ em 'pop-ups' (lojas temporárias) montadas em Londres e em eventos desportivos, como maratonas.

Com esta solução, os cinco empreendedores (um dos cofundadores é espanhol: Rodrigo García González) pretendem ajudar a resolver o problema dos resíduos plásticos, reduzindo o impacto que este material tem no ambiente ao substituí-lo por materiais naturais, extraídos de plantas e algas marinhas.

Por trás deste produto já estão quase três anos de investigação. A ‘Ooho!’ começou por ser um projeto desenvolvido por três estudantes de design industrial do 'Imperial College London' e ganhou um importante prémio de design em 2014. 

LÊ TAMBÈM: 10 Coisas que tens de saber sobre as garrafas de plástico

 

e-max.it: your social media marketing partner
Escrito por Jornalissimo
Voltar