5 Dicas para o teu cão ou gato não sofrer com os foguetes

Para muitos animais, as festas de fim-de-ano são motivo de stress e ansiedade. Vê como podes ajudá-los.

31 de dezembro é dia de festa para os humanos. Por todo o lado, os foguetes e fogos-de-artifício dão as boas-vindas ao ano novo.

As comemorações, barulhentas e luminosas, estão longe de ser motivo de entusiasmo e alegria no reino animal.

De cães e gatos a pássaros e porcos, são muitos os bichos a quem este tipo de festejo provoca sofrimento.

Fugir aos foguetes é difícil, mas há pequenas medidas que podes tomar para atenuar a angústia do teu companheiro de quatro patas. Ora vê:

1) Fecha as persianas e as cortinas de casa, para disfarçar a explosão de luz no céu;

2) Coloca o som da televisão ou a música que estás a ouvir um pouco mais alto, para abafar o barulho do fogo no exterior;

3) O teu gato gosta de brincar com bonecos? Deixa os seus preferidos por perto. No caso dos cães, podes brindá-los com um osso ou um objeto para eles roerem. Estarem entretidos vai ajudá-los a libertar a tensão e o stress;

4) Faz um abrigo fechado onde o teu animal de estimação se possa refugiar pondo, por exemplo, um lençol ou uma manta escura sobre uma mesa, apenas com uma pequena abertura, para ele poder entrar e sair;

5) Certifica-te que todas as janelas e portas de casa estão fechadas. Há muitos animais que, com a aflição, tentam escapar.

Se, além de seguir estes conselhos, puderes estar com o teu bicho de estimação durante a meia-noite, tanto melhor.

E – importante – não lhe ralhes por ele estar a tremer, a ladrar, a miar ou a manifestar-se de qualquer outra forma. Tenta antes fazer de conta que está tudo bem e acalma-o com festas. Se estiveres stressado, o animal vai sentir e ficar mais agitado ainda. 

Não são só os animais domésticos a sofrer com foguetes e afins. Se tiveres outros animais tenta encontrar formas idênticas de os proteger. Com pássaros ou galinhas, pode ajudar, por exemplo, cobrir a gaiola ou o aviário com uma manta que impeça a passagem da luz.

Dito isto, só nos resta desejar-te umas boas entradas no novo ano e um 2016 cheio de boas notícias!

Deixa o teu comentário.

O teu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *

O seu endereço de email não será publicado.