Animais 31 janeiro 2017
Só há duas dezenas de ligres no mundo | Foto: ODN/YouTube

Os ligres, como Tzar, nascido recentemente na Rússia, são fruto de um cruzamento raro.

O habitat natural dos tigres é a Ásia, enquanto o dos leões é a África. Esta distribuição geográfica justifica, desde logo, porque seria muito raro que um ligre, como o que vemos na foto, existisse em meio selvagem.

Com a mão do homem, que junta por vezes animais que dificilmente se encontrariam na natureza, nasceu esta espécie improvável, de que existem apenas 20 exemplares em todo o mundo.

O ligre mais jovem do mundo tem apenas dois meses e meio, nasceu numa Rússia gelada e foi apresentado ao mundo pelo dono de um circo itinerante, onde o pai leão e a mãe tigresa do (para já) pequeno Tzar se conheceram.

Tzar tem traços tanto do pai como da mãe. No corpo o pêlo é da cor dos leões, no focinho as listas comprovam a sua herança de tigre.

No futuro, o porte de Tzar deverá superar o dos progenitores. Por norma, um tigre não pesa mais de 300 quilos e um leão não supera os 250 quilos. Já os ligres costumam bater estas medidas.

Hércules, o ligre que tem o seu nome registado no 'Guinness Book', onde surge com o título de "maior felino do mundo", tem 418 quilos e 3,33 metros de comprimento.

Será que Tzar vai ultrapassar o recorde de Hércules? Só o futuro permitirá saber. Para já, vai crescendo amamentado com o leite de uma cabra que vive também no jardim zoológico russo.  

LÊ TAMBÉM: Um novo conceito de zoo é preciso

e-max.it: your social media marketing partner
Escrito por Jornalissimo
Voltar