Artes 19 dezembro 2014
Banda Desenhada: descobre as melhores tiras do mundo | Foto: /Creative Commons

Para ler, criar ou estar a par de tudo o que se passa no universo das histórias aos quadradinhos.

Banda desenhada, comics, fumetti, bande dessinée, manga, anime… Não faltam designações para essa união histórica entre imagem e texto, que desde o século XIX não pára de somar fiéis em todo o mundo.

É certo que para os mais conservadores não há como ir ao quiosque comprar a última novidade, mas até eles concordarão que a internet veio dar novos horizontes às histórias aos quadradinhos.

Desde logo, permitindo a qualquer um, mesmo sem domínio técnico, colocar-se na pele de criador e fazer a sua própria BD. Em Pixton, as ferramentas estão lá todas, basta dares largas à imaginação para veres a tua primeira prancha ganhar forma. No final, podes publicá-la, partilhá-la com amigos e ficar a aguardar os comentários.

A Disney também dá uma mãozinha nesse campo. Além de vídeos a explicar técnicas de desenho, podes pegar em personagens como o Phineas ou o Mickey e inventar uma nova história. No final, se quiseres, é possível até passá-la para o papel, imprimindo.

Se preferes contemplar a veia artística de autores a sério, a casa de heróis como o Homem-Aranha, o X-Men ou o Incrível Hulk, é de visita obrigatória. Em 2007, a Marvel disponibilizou uma série de livros de BD online, gratuitamente.

As borlas infelizmente acabaram, mas na Marvel, por 9,99 libras por mês pode-se aceder a milhares de livros da editora, alguns verdadeiras peças de museu, como a primeira edição do Capitão América.

Quem não quer pagar, tem outras páginas à disposição. Na HQ, todos os dias, há novas pranchas para ver e um arquivo invejável de livros de editoras de referência – além da própria Marvel, a Cross Over, a Dark House ou a Vertigo.

Há também autores que partilham diretamente as suas criações com os internautas. A jovem luso-chilena Amanda Baeza é uma delas.

Nuno Pereira de Sousa não é artista, mas sim especialista em BD. No seu blogue Bandas Desenhadas, publica por vezes trabalhos de autores, mas está sobretudo de olho no que se passa no universo dos quadradinhos, de novos lançamentos a eventos dedicados à nona arte.

Incontornável é o lendário The Comics Journal. Há mais de 30 anos que esta revista americana (primeiro mensal e em papel, agora na internet) reivindica um estatuto de arte para os comics. No site, as entrevistas aos criadores não têm limite de espaço e as novas publicações são alvo de críticas cuidadas por quem é livre mesmo vendo o mundo aos quadradinhos.

E porque na internet não há distâncias, o Japão fica mesmo à mão em Anime News Network que, desde 1998, faz praticamente o mesmo do The Comics Journal, mas exclusivamente para o mundo da manga e do anime.

Depois deste guia, só falta mesmo desejar boas aventuras.

e-max.it: your social media marketing partner
Voltar