Atualidade 28 abril 2015
É usual ver 'Sadhus' no Nepal | Foto: Jean-Marie Hullot/Creative Commons

Entalado entre dois gigantes, a China e a Índia, o Nepal é um país deslumbrante, que atrai amantes de natureza de todo o mundo.

Fomos pesquisar sobre a história do país que foi devastado por um violento tremor de terra no sábado passado. 

1) Parte do Evereste, a montanha mais alta do mundo, está no Nepal (a outra parte está no Tibete, China). Ali, porém, é conhecida com outro nome: 'Sagarmatha'. Com 8848 metros de altitude, o Evereste faz parte dos Himalaias, a mais alta cadeia montanhosa do mundo, que atravessa cinco países: Índia, China, Butão, Nepal e Paquistão;

2) O Nepal é o único país no mundo a possuir uma bandeira com uma forma não retangular. Os dois triângulos que dão forma à bandeira representam as montanhas do Nepal (onde ficam oito das 14 montanhas mais altas do mundo, todas com uma altitude superior a oito mil metros) e as duas principais religiões do país: o Budismo e o Hinduísmo;

3) Buda (Sidarta Gautama) nasceu no ano 543 a.C. numa localidade que pertence atualmente ao território nepalês, Lumbini. No entanto, apenas 10% dos nepaleses são budistas. A maioria da população é hinduísta (cerca de 80%), os restantes 10% são cristãos e muçulmanos;

4) Ver 'Sadhus', monges nómadas que renunciam a todo o tipo de bens materiais, e se dedicam exclusivamente à vida religiosa, viajando de templo em templo é banal;

5) Katmandu é a capital do Nepal e possui um riquíssimo património arquitetónico, com templos, palácios e estátuas datadas de entre os séculos XII e XVIII, muitos dos quais foram irremediavelmente destruídos pelo terramoto do último sábado;

6) Na página da UNESCO onde se podem encontrar os sítios classificados como Património Mundial da Humanidade por países, o Nepal conta com quatro entradas: O Vale de Katmandu; Lumbini, o local onde Buda nasceu e dois Parques Nacionais: Sagarmatha e Chitwan. Aqui podes ver fotografias e encontrar informações detalhadas sobre cada um deles; 

7) Todos os turistas que visitam o país sabem o que é o 'Dalbat', um prato típico do Nepal, feito com arroz branco (que por ali é plantado em abundância, pela população que vive sobretudo da agricultura e do turismo) e lentilhas; 

8) Segundo o Relatório do Desenvolvimento Humano da Organização das Nações Unidas de 2014, o país tem 27,8 milhões de habitantes, 41 por cento dos quais são pobres. No ranking do desenvolvimento humano, o Nepal fica em 145º lugar, num total de 177 países observados. 

9) Os 'Sherpa' são uma das várias etnias que se encontram no Nepal. São um povo nómada, que vive nas montanhas e que os milhares de turistas, que procuram o país para fazer caminhadas ou alpinismo, conhecem bem. Com o organismo mais habituado à altitude, os 'Sherpas' são contratados pelos visitantes para os ajudarem a carregar as mochilas; 

10) Em 2001, quando o Nepal ainda era uma Monarquia (passou a ser uma República em 2008), a família real foi alvo de uma tragédia, tendo sido assassinados nove dos seus membros. Pensa-se que foi um dos príncipes o responsável pelo massacre, por os Reis não o deixarem casar-se com a mulher que queria. O Príncipe acabaria por suicidar-se depois. 

e-max.it: your social media marketing partner
Voltar