Atualidade 09 dezembro 2015
O candidato às primárias republicanas nos Estados Unidos é conhecido pelo "rei das gafes" | Foto: Michael Vadon/Creative Commons

Quer fechar a Internet e impedir a entrada de muçulmanos nos Estados Unidos. Quem é este homem que J.K. Rowling diz ser pior que Voldemort?

O novo Presidente dos Estados Unidos é uma figura controversa, que soma gafe atrás de gafe e declarações politicamente incorretas.

Na Internet, há inúmeros tops, alguns feitos por jornais de referência, com as melhores gafes cometidas por este magnata que, com 70 anos de idade, se torna no Presidente mais velho da história dos Estados Unidos.

Muitas das saídas infelizes do candidato relacionam-se com o sexo feminino. O lado machista de Trump é bem conhecido.

Já se referiu às mulheres dizendo que são "objetos esteticamente belos"; já afirmou que as jornalistas para terem futuro profissional têm de ser 'sexys'. Uma vez, depois de uma jornalista da Fox não ter sido branda com ele numa entrevista, insinuou que ela estava nervosa por estar com o período: "via-se que tinha sangue nos olhos, que lhe saia sangue de todas as partes", disse. 

Mas as tiradas inconvenientes de Trump alargam-se a muitos outros domínios, como o político. Numa entrevista à cadeia de televisão CNN, defendeu que o mundo seria melhor se ditadores como Saddam Hussein (no Iraque) ou Muammar Kadafi (na Líbia) ainda estivessem no poder.

As polémicas mais recentes são sobre a Internet e os imigrantes - outro dos seus alvos preferidos. Sobre a primeira, afirmou querer falar com Bill Gates para fechar a Internet e evitar, assim, que os norte-americanos se convertam ao Estado Islâmico. Sobre a segunda, manifestou a intenção de proibir a entrada de muçulmanos nos Estados Unidos".

A Casa Branca já condenou as declarações de Trump, julgando-as contrárias aos valores dos Estados Unidos. Pelo mundo, várias vozes importantes se fizeram ouvir no mesmo tom discordante. J.K. Rowling, a autora de Harry Potter, comparou até Trump com Voldemort, na sequência destas declarações. Na mensagem que pôs no Twitter disse que, mesmo assim, o vilão da sua saga era melhor.

Donald Trump era uma figura conhecida dos americanos, mesmo antes de se apresentar como candidato. Saía várias vezes nos jornais, por ser um homem de negócios bem-sucedido no sector imobiliário e era uma cara familiar da televisão, apresentando o 'The Apprentice', um programa em que os concorrentes tinham de tentar provar-lhe que podiam vir a ser bem-sucedidos nos negócios.  

Tem cinco filhos e já se casou por três vezes. Surge quase sempre ao lado de mulheres bonitas, jovens.

Alguns analistas consideram que o seu discurso simples, em que promete, por exemplo, que com ele os Estados Unidos vão liderar o mundo, conquista muitos eleitores.

O Partido Republicano teve 15 candidatos nas eleições primárias, enquanto o Partido Democrata teve apenas três. Trump venceu as primárias pelos Republicanos, Hillary Clinton pelos Democratas.

As eleições presidenciais, que determinarão quem será o sucessor de Barack Obama, estão marcadas para novembro de 2016.

(Artigo atualizado a 9 de novembro de 2016, o dia seguinte às eleições norte-americanas)

e-max.it: your social media marketing partner
Voltar