Ciência 06 maio 2015
O lago transforma-se em prado até ao inverno seguinte | Foto: Bend Bulletin/Youtube

Parecem esvaziar-se como numa banheira, as águas deste lago 'Lost', em Oregon.

Para onde vai a água do 'Lost Lake'? Será que este lago também tem um monstro como o famoso 'Loch Ness'? Ou será uma montagem de vídeo tão bem feita que até parece realidade?

Nada disso! O Bend Bulletin, um jornal do estado norte-americano de Oregon, com mais de cem anos, garante que o misterioso fenómeno tem explicação científica e é mais comum do que se possa pensar. 

Scott Hammers, que assina a notícia, ouviu especialistas da zona e não há dúvidas: é tudo uma questão geológica.

Jude McHugh, da Willamette National Forest, explica que a culpa é de um tubo de lava aberto existente no local. 

NÃO TAPEM O TUBO!

Estes tubos, cujo interior é semelhante ao de uma gruta, existem quando a lava expelida pelo vulcão flui sob a superfície exterior antes de solidificar. A abertura pode ocorrer logo a seguir à erupção ou ser o resultado da erosão da crosta que em tempos tapou a superfície do tubo.   

McHugh não consegue dizer, no entanto, para onde vai exatamente a água que vemos desaparecer. Acredita que ela se infiltre num nível imediatamente abaixo da superfície, abastecendo o aquífero que alimenta algumas nascentes nas imediações. 

O que se segue é a transformação do lago num prado, que se volta a transformar em lago no inverno seguinte.

Pelos vestígios de engenhos e detritos que - também ano após ano - os guardas florestais encontram junto à entrada do tubo de lava, dá para perceber que muitos dos habitantes preferiam ver ali água todo o ano.

Os alertas das autoridades para que a população não tente bloquear a saída da água são em vão. Nem a explicação de que se a água não fosse escoada inundaria a autoestrada que passa mesmo ali ao lado demove os que querem que este lago seja lago todo o ano. 

Vê o vídeo que o Bend Bulletin publicou no seu site.

e-max.it: your social media marketing partner
Voltar