Ciência 26 janeiro 2015
A galáxia "Whirpool" tem a forma de espiral como a via-láctea | Foto: NASA/CXC/SAO

Vê as imagens de galáxias, estrelas e supernovas que a NASA revelou para assinalar o Ano Internacional da Luz.

O que tem a Astronomia a ver com a luz? Muito. Para observar e melhor conhecer o universo, os cientistas da NASA recorrem a telescópios que detetam a luz nas suas várias formas, de um lado ao outro do espectro eletromagnético, desde as ondas de radio aos raios gama.

2015 foi declarado o Ano Internacional da Luz pelas Nações Unidas. Para o celebrar, a Agência Espacial Norte-Americana revelou um conjunto de fotografias capturadas pelo seu observatório de raios-X Chandra.

Comparando observações de raio-X com outros tipos de luz, os astrónomos conseguem conhecer melhor o cosmos. No seu website, a NASA explica que estas imagens "combinam informação de telescópios sintonizados em diferentes cumprimentos de onda de luz". De uma galáxia distante aos detritos nebulares de uma estrela que explodiu.

Em baixo podes ver os detritos de uma estrela que explodiu numa galáxia-satélite da via láctea.

A supernova (estrela que explode)  RCW 86, que apresentamos em seguida, pensa-se que foi vista por astrónomos chineses há 2000 anos.

Por fim, a Cygnus A, uma galáxia situada a 700 milhões de anos-luz, com a particularidade de ter uma enorme nuvem de gás quente.

No topo deste artigo, está uma galáxia em espiral conhecida por "Whirpool", talvez por fazer lembrar uma máquina de lavar em movimento. Está a 30 milhões de anos-luz da Terra.

e-max.it: your social media marketing partner
Voltar