Curiosidades 02 abril 2015
Os ovos são um dos principais símbolos da Páscoa | Foto: Luís Ehlen/Creative Commons

E a tradição dos ovos? O Domingo da Ressurreição não deveria ter uma data fixa como o Natal? Põe os teus conhecimentos sobre a quadra à prova.

PERGUNTAS

1) Qual é o significado da Páscoa?

2) Por que é que o Domingo de Ressurreição não tem uma data fixa?

3) A que se deve a abstinência de carne nas sextas-feiras da Quaresma?

4) De onde saíram os coelhos?

5) E os ovos?

RESPOSTAS

1) Páscoa é uma palavra de origem hebraica e significa "passagem". Uma passagem que se relaciona com a travessia do mar Vermelho pelos judeus na sua fuga do Egito para a Terra Prometida. Os Cristãos deram, mais tarde, um novo significado a esta "passagem". Assinalando a Ressurreição de Jesus, ocorrida na mesma altura do ano, a Páscoa passou a significar a passagem da morte para a vida.     

2) Para saber em que dia calha o Domingo da Ressurreição é preciso recorrer à Astronomia, pois a data depende do movimento de corpos celestes. A decisão foi tomada no Concílio de Niceia (na atual Turquia), convocado pelo imperador romano Constantino I, o Grande. Aí ficou decidido que o Domingo de Páscoa aconteceria sempre a seguir à primeira lua cheia depois do equinócio de primavera, pois a Igreja Católica acredita que a ressurreição de Cristo aconteceu próximo do equinócio num dia de lua cheia. Graças aos conhecimentos astronómicos, é possível saber que a Páscoa calha sempre entre os dias 22 de março e 25 de abril. 

3) A abstinência às sextas-feiras, nomeadamente durante a Quaresma, é um gesto de penitência por Cristo ter morrido nesse dia. A privação de carne explica-se por a tradição remontar a tempos antigos, em que o seu consumo era visto como um luxo. Na verdade, o que está em causa é a opção simbólica por uma alimentação simples e pobre, honrando assim o sacrifício feito por Cristo para salvar a humanidade de todos os pecados. 

4) Nestas tradições que se prolongam por séculos, já se sabe que as origens ficam sempre envoltas num certo nevoeiro e, quase sempre, a história não tem uma versão só. Uma das mais mencionadas diz que os coelhos de Páscoa nasceram na Alemanha, onde era hábito dizer às crianças que os coelhos levavam os ovos e os escondiam no meio das ervas, tendo os mais pequenos que partir à sua descoberta. Celebrando-se a Páscoa na Primavera e estando associada a um tempo de renovação, há quem justifique a ligação dos coelhos à quadra por serem símbolo de fertilidade, pela sua conhecida capacidade de reprodução. 

5) Os ovos são provavelmente o principal símbolo da Páscoa, mas o chocolate só entra na história mais tarde. Pensa-se que foi no Palácio de Versalhes, em França, no tempo do rei Luís XIV que se decidiu trocar os ovos meramente decorativos por ovos que, além de decorativos, são comestíveis, fazendo-os de chocolate e embrulhando-os em bonitos papéis coloridos. O ovo tem também uma forte carga simbólica ao remeter para o nascimento e a renovação da vida que estão, afinal, na origem da celebração Cristã.

e-max.it: your social media marketing partner
Voltar