Curiosidades 14 fevereiro 2017
A história do Dia de São Valentim | Foto: Pierre/Creative Commons

Tem tudo a ver com a história do santo que se celebra neste dia: São Valentim. Quem foi ele afinal?

Há muitas lendas em torno de São Valentim, o que não é de estranhar se pensarmos que ele viveu há cerca de 1700 anos, na Roma Antiga, durante o reinado do imperador Cláudio II.

A lenda mais popular conta que Cláudio II proibiu a realização de casamentos durante o seu reinado.

O imperador queria formar um grande e poderoso Exército e achava que os homens casados eram piores guerreiros, por se distraírem com mais facilidade. Daí ter proibido a celebração de matrimónios.

São Valentim, que era um bispo romano, foi contra a vontade do Imperador e continuou, em segredo, a celebrar casamentos na sua igreja.  

Quando o Imperador Cláudio II descobriu, condenou o bispo à morte. Corria o ano 270 depois de Cristo.

São Valentim terá morrido no dia que hoje os namorados celebram, trocando mensagens de amor, mimos e presentes.

A Igreja Católica deixou, no entanto, de celebrar este mártir em 1969, por falta de provas históricas consistentes acerca da sua existência.

Um artigo do jornal brasileiro Folha de São Paulo situa as origens do Dia de São Valentim antes do Cristianismo.

Associa a origem do Dia de São Valentim a festas de pastores que ocorriam todos os anos no dia 15 de fevereiro, cinco semanas antes do início da Primavera, em honra ao Deus dos bosques, dos campos, dos rebanhos e dos Pastores - o deus Pã da mitologia grega (também conhecido como Fauno Luperco, em Roma).

Essas festas eram conhecidas por Lupercálias.

No século V, pensa-se que para colocar um fim a esta festa pagã, a igreja católica começou a homenagear um bispo que tinha sido martirizado dois séculos antes - São Valentim, justamente.

Apesar de a igreja Católica ter deixado de celebrar o Santo há algumas décadas, o São Valentim não ficou esquecido. Pelo contrário. A data é cada vez mais celebrada pelas marcas que todos os anos não nos deixam esquecer que 14 de Fevereiro é do Dia de São Valentim, o Dia dos Namorados.

Se o Santo existiu de facto e se a lenda tem algum fundamento é hoje o menos importante para a maioria dos apaixonados. O que importa é, através de um gesto, de uma mensagem bonita, de um presente, transmitir-se o que se sente pela pessoa amada.

Isto apesar de o Dia de São Valentim dever ser como o Natal... todos os dias.

E a proósito: Aprende a dizer "Eu amo-te" em 31 línguas

e-max.it: your social media marketing partner
Escrito por Jornalissimo
Voltar