Desporto 17 abril 2015
Na orientação há vários postos de controlo | Foto: Porto City Race

Amanhã tens uma forma divertida de conhecer a terra do escritor José Régio, fazendo "turismo desportivo". 

A orientação é um desporto nascido nos países escandinavos que, aos poucos, começa a ganhar terreno (e adeptos) no sul da Europa.

Na orientação corre-se, mas de mapa na mão, somando ao desafio da corrida o de uma correta leitura do terreno. 

Para chegar à meta e não se ser penalizado, há que passar por vários pontos (os chamados postos de controlo) que estão assinalados no mapa que nos é dado no início da prova. 

Alguns, por vezes, estão bem escondidos, complicando a vida aos atletas. 

O Portugal City Race, um evento com seis etapas que começou em Braga e tem amanhã o segundo momento em Vila do Conde, é uma excelente oportunidade para experimentares o desporto. 

Além da vertente competitiva, há um percurso de orientação turística que alia à prova uma vertente cultural.

A partida é junto da Nau Quinhentista e, ao longo do percurso, passa-se por outros pontos históricos de Vila do Conde. 

Há desafios a pensar em diferentes tipos de preparação física (há quem faça a prova apenas em passo acelerado), em diferentes idades, famílias e em pessoas com algum tipo de deficiência intelectual.  

Se quiseres participar (a inscrição varia entre os €2,50 e os €5) podes encontrar toda a informação aqui, ou aqui ou, ainda, na página do City Race Portugal no Facebook.

O evento continuará em Barcelos (17 de maio), Penafiel (12 de julho), Viseu (6 de setembro) e Porto (27 setembro). 

e-max.it: your social media marketing partner
Voltar