Desporto 11 maio 2015
O campeonato realiza-se de três em três anos | Foto: Red Bull Paper Wings/Website

Estão apurados os vencedores do ‘Red Bull Paper Wings’ nas três categorias: distância, duração e acrobacias.

O búlgaro Veselin Ivanov venceu na categoria de distância - o seu avião voou uns consideráveis 53,22 metros; o arménio Karen Hambardzumyan sagrou-se campeão no tempo de voo – 14,36 segundos; e o libanês Avedis Tchamitchian fez a melhor acrobacia, na opinião do júri. 

As finais da competição internacional de lançamento de aviões de papel decorreram este fim-de-semana em Salzburgo, na Áustria. Só 200 dos quase 40 mil participantes nas 535 etapas do campeonato chegaram às eliminatórias finais. 

Todos estudantes (condição obrigatória para participar), representaram 83 países, onde foram selecionados e conseguiram o título de campeões nacionais nas três categorias a concurso.

Portugal esteve representado por Armando Volta (distância), Dragos Hosman (tempo de voo) e André Miranda (acrobacia). 

Tal como os outros concorrentes, eles tiveram de construir o avião de papel com uma folha A4 que não excedia os cem gramas, fornecida pela organização. 

É esse o único material que os concorrentes podem usar na construção dos engenhos e a folha apenas pode ser dobrada (cortes são proibidos). 

No Livro do Guinness, os recordes mundiais no lançamento de aviões de papel estão nos 63,19 metros para a distância percorrida e nos 27,6 segundos para o tempo de voo. Ainda não foi desta que foram batidos.

O Red Bull Paper Wings só se realiza de três em três anos. Por isso, em 2018 há mais. Vai treinando!

e-max.it: your social media marketing partner
Voltar