Dicas 04 julho 2017
Viseu também é conhecida como Cidade-jardim | Foto: Município de Viseu/Rui da Cruz

Quando metade do país ruma a litoral, sugerimos-te uma viagem em contracorrente até à cidade de Viriato.

A Pousada de Juventude de Viseu está certamente entre as mais verdes do país. Localiza-se no Parque Desportivo do Fontelo, o principal pulmão da cidade. Quem lá fica tem assegurado um mergulho na natureza. E tem a vantagem de estar, ao mesmo tempo, bastante próximo do centro da “Cidade de Viriato” (ou da “Cidade-jardim”, como também é chamada).

 

Já agora abrimos uns parênteses para te contar que o mítico líder dos lusitanos tem esta relação com a cidade pois pensa-se que ali se travou uma importante luta entre as suas tropas e o exército romano. Alguns dos sítios que tens de conhecer em Viseu têm o seu nome. É o caso da Cava de Viriato, um parque pentagonal que terá sido o campo onde esse tal confronto aconteceu, e onde hoje se pode observar uma escultura em sua homenagem.

Viriato dá também nome ao Teatro, com uma história que vem de finais do século XIX e que conheceu um novo capítulo em 1998, quando foi reaberto a partir de um projeto da Companhia Paulo Ribeiro.

 

Mas há, pelo menos, mais um nome que se associa de imediato a Viseu – o de Grão Vasco (Vasco Fernandes), um dos maiores pintores portugueses do Renascimento, que trabalhou durante muitos anos nesta cidade. A maior parte da obra do pintor está hoje no Museu Nacional Grão Vasco, localizado bem no centro histórico da cidade. É mesmo obrigatório entrar para admirares de perto obras como “São Pedro” ou “A Adoração dos Magos”, 14 painéis que retratam a vida de Cristo.

 

Muitos dos trabalhos que vais ver aqui adornaram em tempos a Catedral, em que podes entrar antes ou depois de visitares o Museu. Este último tem, também, obras de pintores portugueses dos séculos XIX e XX, objetos litúrgicos, faiança, mobiliário.

Quanto à Catedral, é imponente. Absorveu diferentes estilos que marcaram a arquitetura portuguesa ao longo dos séculos. Começou a ser construída em estilo românico (dele restam hoje poucos vestígios), apresenta marcas dos estilos gótico, manuelino, barroco. E, ainda falando de Museus, visita também o de Arte Sacra.

 

Aproveita que estás no centro da cidade para passeares sem rumo pelas ruas e praças da cidade. Numa delas, se vires um senhor sentado numa secretária a escrever não interrompas. É Aquilino Ribeiro. O escritor de “Terras do Demo” e de “A Casa Grande de Romarigães” nasceu no distrito (viveu entre 1885 e 1963) e está imortalizado numa feliz estátua colocada a meio da principal artéria comercial da cidade, a Rua Formosa.

Se fores maior de idade, não te esqueças de provar o vinho encorpado da região. Podes fazê-lo, por exemplo, no Solar do Dão. Bem, mesmo que não proves, poderás querer saber mais sobre este vinho e esta região Demarcada do nosso país.

 

No capítulo dos “comes”, tens muito por onde escolher: arroz de carqueja, vitela assada à moda de Lafões, bacalhau ou polvo à lagareira, Trutas do Paiva são alguns exemplos. Para um remate doce, prova uns pastéis de Vouzela ou umas castanhas de ovos.

Se tiveres vontade de te afastares da cidade, estás numa ótima zona para te aproximares da natureza. A Serra do Caramulo, uma cordilheira com 1075 metros de altitude conhecida pela sua água de nascente, esconde pitorescas aldeias de xisto. Nos dias mais límpidos, vale a pena subir ao Caramulinho – o pico mais elevado da serra – e admirar as vistas panorâmicas sobre a distante Serra da Estrela.

 

Antes de terminar, deixa-nos voltar ao princípio. O Município de Viseu está a levar a cabo uma grande campanha de promoção, em que uma das mensagens é a seguinte: “2017, Ano Oficial para conhecer Viseu”. 2018 será também com certeza. E 2019. E 2020. Mas há um mês que é mesmo oficial para conhecer a cidade: Agosto.

De 11 a 17 realiza-se de novo na cidade aquela que é uma das mais famosas feiras do país: a Feira de São Mateus, que conta já 625 anos de história. É a mais antiga feira franca da Península Ibérica. Só no ano passado recebeu mais de um milhão de visitantes. Este ano, o cartaz conta com nomes como MB, Dengaz, Agir, David Carreira, Áurea, Pedro Abrunhosa, Seu Jorge ou Diogo Piçarra.

Pousada de Juventude de Viseu
Preço: Desde €14/noite

FOTOS: Município de Viseu (1 - Rui da Cruz; 2 - D.R.; 3 - João Pedro Pinto; 4 - Andrea Couceiro; 5 - João Pedro Pinto; 6 - João Pedro Pinto; 7 - Rui da Cruz; 8 - José Alfredo)

e-max.it: your social media marketing partner
Escrito por Jornalissimo
Voltar