Educação 25 abril 2017
O site explica a Constituição aos jovens de uma forma simples e acessível | Foto: aminhaconstituicao.pt

O Conselho Nacional de Juventude lançou um site para que conheças melhor o texto constitucional.

"A Constituição não é uma coisa muito chata e detalhada?". Esta é uma das perguntas que podes encontrar no portal anossaconstituicao.pt e que tem, como todas as outras questões ali levantadas, uma resposta curta e simples.

Afinal, a ideia deste site é que todos fiquemos a conhecer melhor a nossa Constituição e os nossos direitos fundamentais.

Com esta plataforma aberta, podemos garantir-te que a Constituição não parece nada “chata”. Pode ser porque aqui não é preciso ler o documento todo e as várias matérias do texto constitucional são tratadas de uma forma que nos desperta o interesse.

Há, por exemplo, respostas breves a questões como estas: "Para que é que serve a CRP no dia a dia?", "O que é que a CRP diz sobre os jovens?", "Quais é que são os direitos e deveres dos deputados?". Vê mais na secção do site 'Perguntas e respostas'.

No separador de vídeos são tratados, em poucos minutos, vários temas (oito para sermos exatos): a igualdade e os direitos humanos; os direitos que possuímos; as liberdades que temos; a proteção da saúde; a vida pública e a representação; o emprego e o trabalho; a proteção a quem dela precisa e, por fim, a educação e a cultura.

Há, ainda, uma secção com textos sobre 16 temas relacionados com a Constituição. Podes aprofundar conhecimentos em diferentes áreas nesta parte da plataforma. A organização do poder local; as principais ideias da organização económica ou os direitos e deveres sociais são alguns dos tópicos abordados.

Depois de navegares um pouco pelo site testa o que aprendeste no separador 'Quiz'. Se quiseres podes até partilhar os teus resultados nas redes sociais.

 

Os jovens não são os únicos destinatários deste projeto. O Conselho Nacional de Juventude pretende que também os professores se apoiem nos materiais aqui fornecidos para explorarem a Constituição com os alunos e debaterem as suas várias dimensões na sala de aula.

A plataforma arrancou oficialmente no dia 24 de abril (no âmbito das comemorações do 43º aniversário do 25 de Abril), com o Secretário de Estado da Educação, João Costa, a falar sobre esta nova ferramenta e sobre a Constituição em duas escolas de Mem Martins.

Já agora, sabes quantas foram até hoje as revisões constitucionais? Lê este artigo sobre a CRP escrito por Ricardo Noronha, do Instituto de História Contemporânea da Universidade de Lisboa, e fica a saber quantas vidas já teve este texto fundamental que norteia a nossa vida democrática e foi aprovado a 2 Abril de 1976. 

e-max.it: your social media marketing partner
Escrito por Jornalissimo
Voltar