Em 2017/2018, os currículos escolares vão ser diminuídos

A notícia é dada pelo Diário de Notícias e foi avançada pelo secretário de Estado da Educação João Costa.

O Diário de Notícias publica, na sua edição de hoje, um artigo que podes ler na íntegra no site do DN, em que é revelada a intenção do Ministério da Educação de, no próximo ano letivo 2017/2018, introduzir – pelo menos em algumas escolas – currículos menos extensos do que os atuais

O que o Ministério pretende com esta medida é, segundo o Secretário de Estado disse ao DN, estabelecer o que é fundamental que os alunos aprendam, definindo “currículos essenciais”, para já nos 1º, 5º e 7º anos de escolaridade (para depois irem sendo progressivamente alargados aos restantes anos, nos seguintes anos letivos).

Definidas as prioridades para cada disciplina, os professores e as escolas terão mais tempo e liberdade para trabalharem com os alunos e promoverem outro tipo de competências – o governante dá o exemplo do “pensamento crítico”.

Esta medida ainda está a ser trabalhada, por isso ainda não se conhecem os contornos definitivos. O que te parece?

Deixa o teu comentário.

O teu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *

O seu endereço de email não será publicado.