Surreal 16 junho 2015
Uma "cebola livre de lágrimas"' | Foto: Frabricio Zuardi/Creative Commons

A descoberta é reclamada por uma empresa japonesa, que até já tinha ganho um 'Ig Nobel Prize'.

Se depender de um dos maiores grupos alimentares japoneses, o 'House Food Group', essa história de haver choro diário nas cozinhas por causa das cebolas vai terminar.

Os cientistas que trabalham para a empresa descobriram uma forma de bloquear as enzimas que a cebola liberta ao ser cortada, responsáveis pelo choro, e dizem ter produzido uma "cebola livre de lágrimas".

É o que se chama cortar o problema pela raiz. Apesar de o anúncio já ter sido feito em março, a fórmula para a produção deste vegetal mágico que os cozinheiros aguardam ansiosamente não foi desvendada. Tratar-se-á de um OGM?

Os responsáveis pela empresa também não deram ainda resposta à pergunta que toda a gente quer ver respondida: quando vão essas cebolas estar à venda no mercado?

O 'House Food Group' já tinha sido distinguido em 2013 com um 'Ig Nobel Prize', um galardão atribuído a "descobertas que fazem rir e depois pensar", quando descobriu o processo bioquímico que justifica a produção de lágrimas ao cortar cebolas.

Produzir a cebola sem a tal enzima é mais um passo que, se não faz rir propriamente, pelo menos evita chorar. Será que lhes vai dar direito a novo 'Ig Nobel'?

e-max.it: your social media marketing partner
Voltar