Surreal 13 fevereiro 2015
Em Portugal, um estudo mostra que mais de 70% dos jovens estão viciados na internet | Foto: Evan/Creative Commons

Foi isso que fez um adolescente chinês, que decidiu amputar a mão esquerda para acabar com a dependência.

Só na China, estima-se que existam cerca de 24 milhões de jovens viciados na internet. O problema não é novo, mas volta a encher as páginas dos jornais por causa de um adolescente de 19 anos, Wang, ter cortado a sua própria mão. 

Fê-lo, explicou, para ultrapassar o vício da internet. Wang já está a ser acompanhado por profissionais de saúde, pois na Ásia e por todo o mundo (Portugal e Brasil incluídos), há cada vez mais psicólogos e psiquiatras especializados neste tipo de dependência.

Antes, claro, Wang teve de ir para o hospital, onde, através de uma cirurgia, os médicos lhe conseguiram recuperar a mão esquerda, embora correndo o risco de ver afetada a sua mobilidade. 

AOS 7 ANOS, 1 PASSADO EM FRENTE AOS ECRÃS

Os estudos mostram que a dependência das novas tecnologias é um fenómeno dos tempos modernos. Um artigo científico publicado pelo British Medical Journal e citado pelo jornal britânico Daily Mail, conclui que uma criança que nasça hoje, quando tiver sete anos, terá passado o equivalente a um ano em frente a ecrãs de computador, telemóveis, tablets, televisão. 

Em Portugal, os números mostram que os jovens não conseguem estar muito tempo offline. Um estudo da unidade de Intervenção em Psicologia do ISPA inquiriu 900 portugueses com idades entre os 14 e os 25 anos e concluiu que 73,3 por cento mostravam dependência face à internet. 52 por cento admitiu mesmo estar viciado. 

QUANDO É QUE A INTERNET É UM VÍCIO?

Os investigadores que realizaram esse estudo, divulgado em novembro de 2014, consideraram fatores como o elevado grau de importância dado aos computadores e aos dispositivos móveis, uma alteração do comportamento quando não se pode aceder à internet (por exemplo, ter dor de cabeça, ficar agitado ou agressivo) ou o tentar diminuir o tempo que se passa na Internet e não conseguir.

e-max.it: your social media marketing partner
Voltar