Tecnologia 20 março 2015
No futuro, aquela encomenda que fizeres pela Amazon poderá ser entregue por um drone | Foto: Amazon

O gigante das vendas on-line, vai começar a testar um sistema de entrega de encomendas por via aérea, o "Prime Air", nos Estados Unidos.

É a própria Amazon que o afirma no seu site: "Parece ficção científica, mas é verdade". A companhia diz-se entusiasmada com esta possibilidade de, no futuro, poder entregar encomendas aos clientes em qualquer parte do mundo, num período de tempo que não deverá exceder os trinta minutos.

A data a partir da qual os clientes poderão selecionar a aopção "Prime Air" depois de efetuarem uma compra na Amazon não é revelada. O mais certo é que demore ainda alguns anos até que esta imagem do futuro se torne presente.

A empresa diz, também, que ainda é cedo para anunciar o aspeto dos drones comerciais, adiantando que estão a ser testados vários veículos, em termos de design, componentes e configurações, nos Estados Unidos, Reino Unido e Israel. 

Foi já em julho passado que a Amazon escreveu à Administração Federal de Aviação dos Estados Unidos a solicitar autorização para realizar os testes com os pequenos veículos aéreos ao ar livre (até então, nos Estados Unidos, só estava autorizada a fazê-lo em espaços fechados). 

A autorização foi dada esta quinta, 19 de março, e os drones podem, a partir de agora, ser testados de dia em voos sobre propriedades rurais e privadas no estado norte-americano de Washington.

Se estiveres interessado em fazer parte desta história, a Amazon convida-te a trabalhares com a companhia neste projeto. Estão à procura, sobretudo, de cientistas e engenheiros de várias áreas. Podes ver todas as funções e o perfil que pretendem dos candidatos aqui.

Os veículos estão a ser pensados para viajar a uma velocidade de 80 quilómetros por hora.  

Vê-os em ação neste vídeo que a Amazon já pôs a circular.

e-max.it: your social media marketing partner
Voltar