5 Curiosidades sobre o mosquito que transmite o zica

Sabias que só as fêmeas picam? E que os seus ovos sobrevivem um ano fora de água?

1) Os mosquitos do género ‘Aedes’ – responsáveis pela transmissão do vírus zica, mas também da febre-amarela ou do dengue – gostam de climas tropicais e encontram-se, sobretudo, em África, na América, no Sul da Ásia e na zona oeste do Pacífico;

2) Apenas os mosquitos do sexo feminino representam perigo por se alimentarem do sangue de mais do que um pessoa, algo que não acontece com os machos. Ao morderem uma pessoa com o vírus zica, as fêmeas ficam infetadas e transmitem a doença às pessoas que morderem em seguida;

3) Três dias depois de estar totalmente saciada, a fêmea põe os ovos. Para tal, basta-lhe uma pequena quantidade de água limpa e parada, onde os ovos possam dar origem a larvas que depois se transformam em mosquitos adultos. No entanto, mesmo que a água desapareça, os ovos conseguem sobreviver durante um ano.

4) Os mosquitos ‘Aedes’ são voadores de curtas distâncias: o seu recorde de voo não ultrapassa os 400 metros. Contudo, por vezes, apanha boleia, mesmo sem querer, e é levado de um local para o outro, introduzindo, assim, o vírus em novas paragens se a temperatura não o matar;

5) O principal responsável pela difusão do vírus é o mosquito ‘Aedes aegypti’, que só se dá em zonas tropicais e subtropicais e é incapaz de sobreviver em climas frios. Mas há outro tipo de mosquito que também é capaz de transmitir o vírus, o ‘Aedes albopictus’ que, ao conseguir hibernar, é capaz de resistir a temperaturas mais frias.

Visita a página da Organização Mundial de Saúde para saberes mais sobre o zica ou lê o artigo em que resumimos as principais questões relacionadas com o vírus.

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *