Hoover e mais 32 leões de circo estão a viver os primeiros dias em liberdade

A Associação ‘Animal Defenders’ resgatou-os na Colômbia e no Peru e transportou-os para África.

Ao olhar para Ricardo, o leão da foto abaixo, lembramo-nos de Shere Khan, o tigre d’ O Livro da Selva, que carrega cicatrizes feitas pelos humanos e por isso não aceita a presença do pequeno Mogli na floresta. Ricardo é um dos 33 leões que, depois de uma vida inteira a trabalharem em circos na Colômbia e no Peru, foram resgatados pela ‘Animal Defenders International’.

Para os poderem treinar e apresentar em espetáculos, os donos dos circos onde foram forçados a trabalhar, retiraram-lhes as garras e vários dentes, pelo que nenhum deles conseguiria hoje sobreviver no mundo selvagem.

Tal como Ricardo, também Rolex, Coco, Hoover (um tigre, na foto de abertura), Simba, Muneca ou Kiara, outros dos leões agora resgatados, já não teriam certamente esperança de vir a viver fora de uma jaula.

Mas os esforços da ‘Animal Defenders International’ para terminar com o sofrimento dos animais em circos deram frutos no Peru e na Colômbia – os últimos de um total de 31 países a adotarem legislação mais restritiva na sequência de ações e campanhas de sensibilização levadas a cabo por aquela associação.

Com a nova lei, era preciso encontrar uma vida digna para os mais de 30 leões resgatados. A ‘Animal Defenders’ lançou uma campanha de angariação de fundos e conseguiu a verba necessária.

Depois de uma complexa operação, que envolveu muitos dias, vários profissionais, transportes terrestres e aéreos, os animais chegaram finalmente ao destino, uma reserva para grandes felinos na África do Sul.

No ‘Emoya Big Cat Sanctuary’, os leões começam a habituar-se a uma vida nova, em liberdade, ainda que dentro dos limites da reserva, onde dispõem de tudo o que precisam para sobreviver – água, alimento, brinquedos, cuidados veterinários.

No site da campanha tens mais imagens de toda a operação de resgate e transporte, tal como na página de Facebook da ‘Animal Defenders International’.

O vídeo que te deixamos em seguida ilustra toda a viagem de um dos 33 leões.

SE TE INTERESSAS POR ESTE TEMA, LÊ TAMBÉM:

Elefantes: acabou-se o circo

Espécies selvagens e exóticas não voltarão a atuar em São Francisco

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *