M2E1L0-33R350B300

Voltou a nascer um lince-ibérico português em liberdade

Há décadas que tal não acontecia. O nascimento é um “marco” para o programa de recuperação da espécie.

A mensagem foi enviada hoje, dia 5 de maio, ao fim da tarde, pelo Instituto de Conservação da Natureza e das Florestas (ICNF).

O nome da cria ainda não é conhecido, mas sabe-se que é filha de Jacarandá, a primeira fêmea que foi solta em Portugal, em dezembro de 2014 (e que tinha nascido em 2012 no Centro Nacional de Reprodução do Lince Ibérico em Silves).

 

A progenitora e a filha foram fotografadas na Herdade das Romeiras, no Parque Natural do Vale do Guadiana e, segundo o comunicado, identificadas pelos procedimentos de monitorização lá instalados.  

A tecnologia tem ajudado a obter vários dados acerca dos animais que integram o projeto Life+10 NAT (nestas fotografias, nota-se bem a coleira com GPS da progenitora). Este programa tem por missão recuperar as populações de lince-ibérico na Península Ibérica.

Por ter nascido em liberdade, a data de nascimento da cria não é conhecida, mas os técnicos calculam que tenha cerca de 45 dias de vida.

 

No comunicado, o ICNF explica que, com este nascimento, se confirma a reprodução de animais em todas as áreas de reintrodução deste programa.

Recordamos-te que o lince ibérico é o felino mais ameaçado do mundo. Esteve em vias de extinção, sobretudo por ter diminuído muito a quantidade da sua principal presa (o coelho-bravo), mas também pela destruição do seu habitat (a floresta mediterrânica), pela caça ilegal e por envenenamento.

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *