As histórias que ficam dos MTV Video Music Awards

Beyoncé e a violência contra os afro-americanos, o rosto de Alicia Keys sem maquilhagem e a confissão de Phelps.

“Lemonade”, o último álbum de Beyoncé, valeu à cantora norte-americana mais de uma mão cheia de prémios nos ‘MTV Video Music Awards’, que se realizaram no Madison Square Garden, em Nova Iorque.

Além do “Vídeo do Ano”, com o tema ‘Formation’ (que superou ‘Hello’ de Adele, ‘Famous’ de Kanye West, ‘Sorry’ de Justin Bieber e ‘Hotline Bling’, de Drake) -, Beyoncé venceu, ainda, nas categorias de “Melhor vídeo feminino” (com ‘Hold Up’), “Melhor vídeo longa-metragem” (com’Lemonade’), “Melhor vídeo Pop”, “Melhor coreografia”, “Melhor Cinematografia, “Melhor Direção” e “Melhor Edição” (estes com ‘Formation’).

No discurso de vitória, a cantora norte-americana dedicou tantos “Melhores” conquistados à filha, Blue Ivy, com quem apareceu na passadeira vermelha, e ao marido, Jay Z.

O público também ganhou, ao desfrutar de 15 minutos de atuação da artista, com um ‘medley’ de ‘Lemonade’, debaixo de um jogo de luzes e com direito, até, a mudança de roupa.

O ar angelical com que chegou a Madison Garden, não impediu Beyoncé de passar uma mensagem política e voltar a alertar para a violência policial contra afrodescendentes nos Estados Unidos. Além da filha, a cantora de 34 anos surgiu acompanhada pelas mães de quatro afro-americanos mortos pela polícia.

 

Também Alicia Keys aproveitou os holofotes para passar uma mensagem – contra os códigos de beleza impostos pela sociedade. A cantora já se tinha insurgido este ano contra a pressão de ter de aparecer sempre impecável em público, lançando uma espécie de manifesto em que explicava por que não iria usar mais maquilhagem. Manteve-se fiel à sua ideia ao aparecer na cerimónia da MTV, ontem, dia 28, sem maquilhagem.

Coube-lhe a ela entregar o prémio de “Melhor Vídeo Masculino” (‘This is what You came for’, de Calvin Harris e Rihanna) e aproveitou para homenagear Martin Luther King, no dia em que se assinalava o aniversário do célebre discurso “I have a dream”, proferido a 28 de agosto de 1963.

A noite dos ‘MTV Video Awards’ foi, definitivamente, das mulheres. Rihanna recebeu das mãos de Drake o ‘Michael Jackson Video Vanguard Award’ e também brilhou em palco, como Beyoncé.

Britney Spears não terá tido uma noite tão feliz… O seu regresso ao palco dos MTV VMA foi bastante criticado pelos fãs nas redes socias e parece ter ficado aquém do esperado.

 

A festa contou, também, com protagonistas vindos do mundo do desporto. Michael Phelps apresentou Future e confessou-se fã do seu hip-hop. O nadador revelou que estava a ouvir a múscia ‘Stick Talk’, de Future, quando lhe tiraram a foto que se tornou viral durante os Jogos do Rio de Janeiro, em que aparecia com um ar compenetrado e cara de poucos amigos (foto acima).

Deixamos-te com o nome dos outros vencedores da noite, que levaram para casa ums estatueta ‘Moonman’ (um astronauta na lua a segurar a bandeira  com a logo da MTV) e com o vídeo vencedor: ‘Formation’.

MELHOR COLABORAÇÃO
Fifth Harmony e Ty Dolla $ign – “Work From Home”

MELHOR VÍDEO DE HIP HOP
Drake – “Hotline Bling”

MELHOR VÍDEO DE ROCK
Twenty One Pilots – “Heathens”

MELHOR VÍDEO DE MÚSICA ELETRÔNICA
Calvin Harris & Disciples – “How Deep Is Your Love”. Director: Emil Nava

ARTISTA REVELAÇÃO
DNCE

MÚSICA DO VERÃO
Fifth Harmony com Fetty Wap – “All In My Head (Flex)”

MELHOR DIREÇÃO ARTISTICA
David Bowie – “Blackstar”
Design de produção: Jan Houllevigue

MELHORES EFEITOS VISUAIS
Coldplay – “Up&Up”
Editor VFX: Vania Heymann

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *