Esculturas na ponta do lápis

Mesmo não sendo bom a desenhar, Tom Lynall é um artista com um lápis na mão.

Joalheiro de profissão, o inglês Tom Lynall é escultor de lápis nas horas vagas.

Descobriu o passatempo por acaso, num intervalo do trabalho, em finais do ano passado. Desde então tem-se divertido a criar minimundos em lápis e confessa-se viciado.

São ou não são um amor os seus lápis? Este, com o coração, foi o primeiro que fez.

A principal ferramenta de que Tom Lynall se serve para fazer estas formas é uma pequena lâmina (a que podes ver na fotografia do lápis a que ele chamou “Aldeia escondida”, aqui em baixo).


O mais surpreendente é o detalhe que consegue num trabalho de dimensões mínimas. Mas, pensando bem, a joalharia é uma arte de precisão e nisso já ele era ás.

No texto que publicou no site ‘Bored Panda’, Tom deixa um conselho para quem queira experimentar fazer o mesmo: “Não te chateies quando partir”, afinal trata-se de um material “extremamente frágil”. Dá uma garantia: quando conseguires sentirás uma “satisfação enorme”.

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *