A ‘Área 51’ não tem ovnis nem extraterrestres

O chefe da NASA julga, no entanto, que eles existem algures no universo.

As declarações de Charles Bolden, administrador da NASA, só não são uma desilusão para quem acredita no segredo da ‘Área 51’ porque, para essas pessoas, Bolden não está a falar verdade.

Em todo o mundo, esta base, cuja designação oficial é Campo de Provas e Treino de Nevada e Groom Lake, é associada a um local misterioso.

Muitas pessoas estão convencidas que se escondem estranhos objetos circulares e criaturas de olhos grandes e queixo afiado no interior da ‘Área 51’. Teriam sido capturados na Terra pelos Estados Unidos e transportados para serem investigados nessa isolada base norte-americana.

Um cenário digno de filme de ficção científica. Aliás, a ‘Área 51’ foi mesmo retratada no cinema, como n'”O Dia da Independência”, de 1996, em que a Terra é invadida por alienígenas.

O facto de os Estados Unidos terem mantido durante vários anos em segredo a existência desta base, situada no deserto do Nevada (assinalado no mapa), só fez aumentar as teorias conspirativas sobre o que se passa no seu interior.

Num programa de televisão em que crianças inglesas fazem perguntas a convidados, o administrador da NASA, garantiu esta semana que a ‘Área 51’ não tem nada de suspeito, sendo apenas mais um centro de investigação da agência espacial norte-americana.

Em resposta a outra questão, Bolden afirmou acreditar na existência de extraterrestres. Com tantos planetas – disse – seria estranho se não houvesse. O homem forte da NASA garantiu,também, à jovem audiência que Neil Armstrong chegou mesmo à Lua. Ainda hoje há quem acredite que tudo não passou de uma montagem para afirmar o poderio norte-americano.

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *