Seguiram para o Chile e somaram quatro medalhas

Portugal ganhou prata e bronze nas Olimpíadas Ibero-Americanas de Matemática.

Ainda há poucos dias, quatro alunos portugueses conquistaram três medalhas e um diploma de mérito nas Olimpíadas Ibero-americanas de Biologia, que se realizaram no Brasil.

Agora foi no Chile, numa cidade do norte do país chamada Antofagasta, em pleno deserto de Atacama (o mais árido do mundo), que mais quatro estudantes portugueses brilharam, desta vez nas Olimpíadas Ibero-americanas de Matemática.

Foram eles:

Prata – Alberto Pacheco (Colégio Paulo VI, Gondomar)
Prata – Maria Matilde Silva (Colégio Rainha Santa Isabel, Coimbra)
Bronze – Gonçalo Paredes (Escola Secundária de Avelar Brotero, Coimbra)
Bronze – Manuel cabral, Colégio Valsassina, Lisboa)

Os “atletas” matemáticos nacionais competiram com cerca de cem jovens de 20 países da América Latina e da Península Ibérica.

E prepararam-se a sério para o desafio, com o apoio do Projeto Delfos do Departamento de Matemática da Universidade de Coimbra (uma escola a pensar nos estudantes do ensino não superior com aptidão especial para a matemática).

As provas que os participantes nestas Olimpíadas Ibero-americanas de Matemática (IOAM) tiveram que realizar foram duas, em dois dias seguidos. Cada uma delas tinha a duração de quatro horas e meia e ambas eram individuais. Para realizarem os problemas apresentados só lhes foi permitido usar papel e caneta. Livros, cadernos ou calculadoras ficaram fora das salas de exame.

O número total de medalhas era de aproximadamente metade do número total dos participantes. E todos os elementos da equipa portuguesa conseguiram arrecadar uma.

Esta foi já a 31ª edição das OIAM. Para chegar a estas olimpíadas e a outras competições internacionais desta disciplina, os estudantes têm de participar primeiro nas Olimpíadas Portuguesas de Matemática (OPM).

As inscrições para as próximas OPM já estão abertas e terminam no final deste mês de outubro. Tens toda a informação nesta página da Sociedade Portuguesa de Matemática.

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *