25 Perguntas sobre o 25 de Abril

Um quiz para testares o que sabes sobre a Revolução dos Cravos.

Neste ano de 2022 é a primeira vez que Portugal celebra o 25 de Abril contando mais dias vividos em democracia do que em ditadura. Essa viragem histórica aconteceu no passado dia 24 de março, quando a democracia iniciada a 25 de abril de 1974 contou exatamente 17500 dias, suplantando a duração da ditadura, que durou em Portugal 17499 dias (de 1926 a 1974).

Em 2022 estamos também a dois anos de celebrar o meio século do 25 de Abril. Será em 2024, mas as comemorações oficiais dos 50 anos da Revolução dos Cravos já começaram e vão prolongar-se até 2026, quando se assinalarão, também, os 50 anos de outros momentos importantes da história de Portugal. São eles: a entrada em vigor da Constituição da República Portuguesa e a realização das primeiras eleições democráticas – legislativas, autárquicas e presidenciais.

Convidamos-te a recordar a história do 25 de Abril respondendo a 25 perguntas que, de algum modo, se relacionam com esse dia em que os Capitães de Abril ofereceram aos portugueses as chaves da liberdade.

As soluções estão a seguir às perguntas.

1) Quantos anos durou a ditadura a que o 25 de Abril veio por fim?

2) Quem governava o país quando se deu a Revolução?

3) Por que sigla era conhecida a polícia politica?

4) O que significa Democracia?

5) Quem fez a Revolução?

6) Quais foram as duas rádios que colaboraram com os militares, passando as músicas que deram aos vários quartéis a indicação de que a Revolução estava em curso?

7) Quais as duas músicas que serviram de senha?

8) Que emissora foi ocupada pelo Movimento das Forças Armadas (MFA)?

9) Como ficaram conhecidos os homens que fizeram a Revolução?

10) Quem comandou os militares e os tanques que saíram de Santarém em direção a Lisboa?

11) Quem foi o Comandante Operacional da Revolução?

12) Em que lugar se refugiou Marcello Caetano?

13) Em que local de Lisboa as forças do regime se puseram ao lado dos Militares de Abril?

14) Quem distribuiu os cravos, que se viriam a tornar o símbolo deste dia, aos militares?

15) Onde é que os soldados os colocaram?

16) Um slogan que o povo gritou nas ruas?

17) O que eram os “Três Dês”?

18) A quem confiou o MFA o poder até a eleição do Presidente da República e da Assembleia Legislativa?

19) Quem foi o primeiro presidente da JSN?

20) Quando foram libertados os presos políticos?

21) Onde estava exilado e onde chegou a Lisboa Álvaro Cunhal, líder histórico do Partido Comunista Português?

22) Onde estava exilado e onde chegou a Lisboa Mário Soares, fundador do Partido Socialista?

23) Como se chamava o autor da icónica fotografia em que um menino se estica para colocar um cravo numa espingarda?

24) Quem escreveu o poema “As portas que Abril abriu”?

25) Em que outro pais europeu se comemora também o 25 de Abril como Dia da Liberdade?

RESPOSTAS

1) O Estado Novo ou Salazarismo durou 48 anos;

2) Marcello Caetano, sucedeu a António de Oliveira Salazar;

3) PIDE, Policia Internacional e de Defesa do Estado;

4) Vem do grego, significa Governo do Povo;

5) Os militares, organizados no Movimento das Forças Armadas (MFA);

6) Emissores Associados de Lisboa e a Rádio Renascença;

7) “E depois do Adeus”, de Paulo de Carvalho (música de José Calvário e letra de José Niza), e “Grândola Vila Morena”, de José Afonso;

8) A Rádio Clube Português;

9) Capitães de Abril;

10) Salgueiro Maia comandou os cerca de 200 homens da Escola Prática de Cavalaria;

11) Otelo Saraiva de Carvalho;

12) No Quartel do Carmo;

13)  No Terreiro do Paço;

14) Celeste Caeiro, que trabalhava num restaurante que fazia nesse dia um ano e planeava distribuir cravos aos clientes para assinalar a data;

15) No cano das espingardas;

16) Houve vários, por exemplo: “Nem mais um só soldado p’ras colónias”, “O povo unido jamais será vencido”, “Abril sempre, fascismo nunca mais”;

17) As orientações em que assentava o programa do MFA ficaram conhecidas assim: Democratizar, Descolonizar, Desenvolver;

18) A Junta de Salvação Nacional (JSN);

19) O General António de Spínola;

20)  A PIDE só se rendeu na manhã do dia 26 de Abril e os presos políticos foram libertados na noite seguinte;

21) De Praga, chegou ao Aeroporto da Portela;

22) De Paris, chegou a Estação de Santa Apolónia;

23) Sérgio Guimarães;

24) José Carlos Ary dos Santos.

25) Itália, foi também a 25 de Abril, mas de 1945, que os italianos se libertaram da ocupação nazi e do regime fascista.

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *