Curiosidades 11 novembro 2015
Portugal ficou em 13º lugar no ranking | Foto: English Proficiency Index Website

Portugal não ficou nada mal no ranking do 'EF English Proficiency Index'.

No exame dos países que melhor falam inglês, Portugal merece um honroso "Bom". O ranking atribui cinco classificações diferentes: 'Very High', 'High', 'Moderate', 'Low' e 'Very Low'.

O 'High' colocou Portugal na 13ª posição numa lista que inclui 70 países e onde, naturalmente, não entram os países que têm o inglês como língua oficial. Comparando com os resultados dos anos anteriores, Portugal esteve bem: recuperou o 'High' de 2011, 2012 e 2013 e subiu face ao ano anterior, em 2014 não conseguiu ir além do 'Moderate'

Os primeiros lugares do ranking mundial são ocupados por países do norte da Europa. No topo da tabela estão, por esta ordem: a Suécia, a Holanda, a Dinamarca, a Noruega e a Finlândia.

No extremo oposto estão o Iraque, a Algéria, a Arábia Saudita, o Camboja e, em último, a Líbia. A vizinha Espanha conseguiu apenas um 'Moderate', tal como a Itália. A França teve nota negativa, com um 'Low'.

Dos países da CPLP, só o Brasil foi também a exame. Ocupa a 41ª posição, equivalente a um 'Moderate'.

O ranking foi publicado, este ano, pela quinta vez e é realizado pela 'Education First' a partir de testes feitos a 910 mil pessoas, presencialmente e através da Internet. A investigação estabelece uma relação entre bons níveis de inglês, maiores rendimentos e melhor qualidade de vida.

Uma curiosidade dos resultados globais prende-se com as diferenças de género. As mulheres saíram-se melhor nos testes do que os homens. Mas Portugal contraria a tendência: eles ganham com 61,06% de classificação contra os 60,15% conseguidos, em média, por elas.

Se quiseres ter acesso aos resultados em pormenor clica aqui.

e-max.it: your social media marketing partner
Voltar