O que é o Equinócio e como é visto do Espaço?

A Primavera astronómica começa dentro de momentos, com o Equinócio de Primavera. Recordamos-te o que é e mostramos-te um vídeo da NASA que torna a explicação bem mais simples.

Se a chegada de uma nova estação fosse motivo de festa como é a chegada de um novo ano, mais logo, às quatro e meia da manhã do dia 20 de março, iríamos estar todos acordados, a dar as boas-vindas à estação das flores e dos pássaros.

É a essa hora que, este ano, tem lugar o Equinócio da Primavera – ao contrário do que aprendemos na escola, a estação não começa sempre a 21 de março, uma vez que depende do movimento de rotação da Terra que, como podes recordar aqui, sofre ligeiras alterações de ano para ano.

Só duas vezes por ano, os dias e as noites são praticamente iguais nos dois hemisférios. Tal acontece nos Equinócios precisamente, em março e em setembro.

E a palavra traduz isso mesmo: ‘Equinócio’ vem do latim, da soma de ‘igual’ (aequus) e ‘noite’ (nox), significando algo como “noites iguais”.

Este fenómeno astronómico, que faz com que duas vezes por ano os dias e as noites tenham quase a mesma duração, dá-se quando o Sol se encontra perpendicular à linha do Equador (imagens do globo à direita).

Nesse momento, a Terra fica dividida exatamente ao meio pelo seu eixo (a linha imaginária que a atravessa, unindo os dois polos): metade fica iluminada e metade fica à sombra. 

Depois, inicia-se de novo o desequilíbrio entre noites e dias. O hemisfério Norte vai ter uma maior incidência de luz, dando origem a dias mais longos e noites mais curtas (começa a Primavera); o hemisfério Sul vai ficar mais abrigado do Sol, com as noites a serem maiores do que os dias (Outono).

Como te explicámos neste artigo sobre os Solstícios, as estações do ano só acontecem devido ao movimento de translação da Terra e à sua ligeira inclinação.

Esses dois fatores fazem com que a luz solar ilumine os hemisférios terrestres de forma diferente ao longo do ano, consoante o ponto da órbita em que a Terra se encontra.

Para quem gosta de Sol, de começar a tirar as roupas mais frescas do armário, de longos passeios ao fim da tarde ainda com luz do dia, resta agora esperar que a Primavera meteorológica não se atrase muito face à astronómica.

Deixamos-te com um vídeo espetacular de um ano na Terra visto a partir do Espaço. Feito pela NASA, ilustra bem os conceitos de que aqui te falamos.

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *