O que são e como nasceram as #hashtags

No Reino Unido, o popular # acaba de ser eleito como a “palavra do ano” entre os mais novos. #Curioso.

Uma conceituada editora inglesa, a Oxford University Press, elegeu ‘hashtag’ como a palavra do ano para as crianças dos cinco aos 13 anos de idade. A maioria nem sequer tem conta no Twitter, mas integrou o  símbolo # nos seus hábitos de escrita.

A escolha foi feita a partir de um concurso de pequenas histórias, que contou com mais de 120 mil textos. A editora notou que os mais novos usam o símbolo e a própria palavra ‘hashtag’ como forma de enfatizar determinados vocábulos ou estados de espírito. Um exemplo? “As aulas estão quase a acabar #Ferias” (normalmente as hashtags não têm acentos).

O símbolo que conhecemos como cardinal ganhou uma nova dimensão há poucos anos, especialmente desde 2009, quando o Twitter passou a utilizá-lo como forma de ligação hipertextual, permitindo aos usuários encontrar facilmente mensagens/tweets que abordassem o mesmo tema.

Se quiseres saber o que está a se está a escrever nas redes sociais sobre Serralves, por exemplo, podes colocar #Seralves no campo de pesquisa e vão aparecer-te os últimos posts com esse marcador.

COMO ESCOLHER OS MARCADORES

Hashtags (marcadores, em português) não são mais do que etiquetas que permitem agrupar conversas nas redes sociais. Ou seja, ao introduzirmos uma palavra (ou pequena frase sem espaços) a seguir ao símbolo #, estamos a participar numa discussão alargada sobre um determinado tema. É uma forma de dialogar com outras pessoas que se interessam pelo mesmo tópico, sejam elas conhecidas ou não.

A partir de 2010, a página oficial do Twitter passou a indicar os marcadores mais populares, nos “Assuntos do Momento” (ou ‘Trending Topics’), no lado esquerdo da página, e dá-nos, também, a possibilidade de sabermos quais estão a ser os mais usados numa determinada cidade ou país.

Se tiveres dúvidas sobre o marcador que queres introduzir, em hashtagify.me, podes ver se um determinado marcador já existe, encontrar marcadores relacionados com um determinado tema e saber quais são os mais usados.

Ainda tens #duvidas? O Twitter tem uma página dedicada aos marcadores com muitas dicas que te podem ser úteis. E não só para o Twitter, mas também para o Facebook, o Google+ ou o Instagram que, entretanto, também já adotaram o sistema de marcadores. 

Se quiseres pôr um marcador só por piada, não precisas de nada disso. #Topas?  

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *