Desporto 30 setembro 2017
Os portugueses precisam de fazer mais desporto | Foto: Pixabay

A Semana Europeia do Desporto promove a atividade física em todos os países europeus.

Por Rita Nunes (IHC-FCSH-UNL/Comité Olímpico de Portugal) *

É sabido que o desporto e a atividade física contribuem substancialmente para o bem-estar dos cidadãos. No entanto, o nível de atividade física registado em diversos países está longe de ter valores satisfatórios.

A Organização Mundial de Saúde (OMS) alerta para a importância da sua prática, uma vez que a inatividade física é um fator de risco significativo para as doenças não-transmissíveis.

Globalmente, 23% dos adultos e 81% dos adolescentes não são suficientemente ativos. A nível europeu, de acordo com os dados do Eurobarómetro do Desporto e Atividade Física (2014), 41% dos cidadãos da União Europeia (EU) praticam exercício físico pelo menos uma vez por semana, enquanto 59% nunca ou raramente o fazem.

Os habitantes dos países do Norte Europeu são, genericamente, os mais ativos em termos de prática de exercício físico com destaque para a Suécia, Dinamarca e Finlândia. Em contraste, os países do Sul registam níveis de sedentarismo mais elevados. E Portugal não é exceção…

Portugal é dos países que apresenta a maior percentagem de cidadãos que nunca praticam exercício físico ou desporto (64%), um valor significativamente superior à média europeia (42%) e apenas ultrapassado por Malta (75%) e Bulgária (78%) .

A OMS estima que, para um país de 10 milhões de habitantes onde metade da população é fisicamente inativa, o custo anual da inatividade física é de cerca de 900 milhões de euros. A aplicar-se a Portugal seria um valor considerável, equivalente a 9% do orçamento do Ministério da Saúde para 2017.

A Semana Europeia do Desporto (European Week of Sport - EWoS), criada pela Direção Geral de Educação e Cultura da Comissão Europeia, é uma resposta a este desafio que visa promover a atividade física e o desporto, bem como consciencializar a população sobre os respetivos benefícios. A Semana é para todos, independentemente da idade, da experiência ou do nível de condição física.

Com o hashtag #BeActive presente em todas as iniciativas e nos materiais gráficos pretende-se inspirar os cidadãos europeus a participarem em atividades físicas e desportivas de forma regular.

Esta iniciativa, que vai na sua terceira edição, decorreu este ano entre os dias 23 e 30 de setembro e contou, em Portugal, com o Alto Patrocínio de Sua Excelência o Presidente da República, Marcelo Rebelo de Sousa.

Em Portugal, o Instituto Português de Desporto e Juventude foi nomeado pela Secretaria de Estado da Juventude e Desporto como a entidade responsável pela organização das atividades integradas no âmbito da Semana Europeia de Desporto.

Em 2016, realizaram-se 15 mil eventos, com a participação de 10 milhões de pessoas em mais de 30 países europeus, tendo a mensagem inspiradora da Semana Europeia do Desporto (#BeActive) atingido cerca de 200 milhões de cidadãos europeus.

Podes consultar toda a informação e o programa de atividades na página de internet: www.beactiveportugal.pt

(*) Publicada ao dia 30 de cada mês, a rubrica "História, Desporto e Olimpismo" é dedicada ao estudo das origens e evolução do desporto e do Movimento Olímpico em Portugal. Resulta de uma parceria entre o Instituto de História Contemporânea da Universidade Nova de Lisboa (IHC - UNL) e o Jornalíssimo e tem a coordenação científica de Rita Nunes, Diretora do Gabinete de Estudos e Projetos do Comité Olímpico de Portugal e investigadora do IHC.

e-max.it: your social media marketing partner
Escrito por Jornalissimo
Voltar