Desporto 26 março 2015
Dolly Cherukury é provavelmente a mais nova praticante de tiro com arco do mundo | Foto: Youtube

Arco e flechas não parece nada de muito apropriado para quem deixou as fraldas há pouco tempo. Mas esta menina indiana de dois anos já é um ás no desporto.

Dolly Shivani Cherukuri nasceu numa família de praticantes de tiro com arco. O pai treinou-a desde que nasceu para ser campeã. 

A poucos dias de fazer três anos, atirou 36 flechas a alvos colocados a cinco e sete metros de distância. A proeza valeu-lhe muito mais do que 338 pontos. Bateu um recorde que lhe garantiu entrada no Livro de Recordes da Índia e uma medalha de ouro, com que posou para a posteridade. 

 

Dolly aprendeu o desporto com flechas feitas propositadamente para ela - mais leves, fabricadas em carbono. O arco também não pesava tanto como um normal. 

Para os pais da pequena campeã o título tem um significado muito especial. Há cinco anos o irmão mais velho de Dolly, que também era praticante de tiro com arco, morreu num acidente de carro. 

Tomé Santana, da Federação Portuguesa de Tiro com Arco (FPTA), ficou surpreendido com a notícia: "É fora do normal, normalmente as crianças começam a praticar o desporto com seis anos."

O técnico desportivo lembra, no entanto, que Dolly também poderia competir em Portugal. Segundo o regulamento da FPTA, o escalão dos mais novos, designados por "Flechas", destina-se a praticantes com idade inferior a 9 anos. " Não é estabelecida uma idade mínima", nota. 

O pai da jovem arqueira indiana, citado pela BBC, não esconde o desejo de ver o nome da filha também no Guinness Book. 

e-max.it: your social media marketing partner
Voltar