Há alpinistas para tudo

Will Gadd escalou a parte congelada das cataratas do Niágara. Não é a toa que foi nomeado para Aventureiro do Ano. Lê o artigo e vê o vídeo.

A escalada não é a primeira ideia que nos vem à cabeça quando falamos em desportos de inverno. Mas a neve não é só um convite à prática de snowboard, esqui, patinagem. Há quem, como o canadiano Will Gadd, faça escalada no gelo. 

Na fronteira entre os Estados Unidos e o Canadá, as cataratas de Niágara são as mais emblemáticas do mundo. Nem são assim tão altas (têm cerca de 45 metros de altura), mas são invulgarmente largas e a sua beleza atrai milhares de visitantes. 

Este ano, o inverno foi tão rigoroso que parte das cataratas congelaram, proporcionando um cenário fantástico, com água cristalizada de um lado, e quedas de água do outro. Will Gadd viu mais do que um belo cenário ao olhar para elas. Encontrou ali um desafio. 

Pediu autorização ao Departamento de Parques do Estado de Nova Iorque, traçou um plano para garantir a sua segurança na escalada e a do meio-ambiente e fez-se ao gelo. Os pormenores são revelados no site da Red Bull, patrocinadora do atleta. 

Gadd demorou uma hora a completar a subida. Levantou os braços no final mas, mesmo assim, não cantou vitória: “Cheguei ao cimo, mas Niágara ganhou-me. As cataratas deixaram-me num estado muito pior do que eu a elas. No final do dia, ainda estava com sinais de hipotermia”, disse.

Mesmo assim, a satisfação era grande, até porque viveu momentos inesquecíveis, como estar a escalar e ter uma queda de água nas costas, numa etapa do percurso em que subia o gelo escondido por detrás das cataratas. 

Não admira que a National Geographic o tenha recentemente eleito como um dos aventureiros do ano 2014/2015.

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *