Dicas 14 março 2017
Com a Primavera a chegar, a costa alentejana é ainda mais bonita | Foto: D.R.

Na Costa Vicentina, pertinho da Zambujeira do Mar, a Pousada de Juventude de Almograve é ponto de partida para uma viagem inesquecível.

Se nunca tiveste uma experiência de amor à primeira vista, prepara-te... É possível que a sintas na Costa Alentejana. Aqui, os cheiros e os sons do campo misturam-se com os do mar, veem-se cavalos a pastar junto à costa, aldeias pitorescas que conservam a sua alma e, nesta altura, em que a Primavera começa a brindar-nos com o seu ‘cocktail’ de cores, o cenário é ainda mais deslumbrante.

A Pousada de Juventude de Almograve dá-te a oportunidade de desfrutares desta parte de Portugal e de partilhares as tuas impressões com outros viajantes, portugueses e estrangeiros, nos seus luminosos espaços de convívio.

Ao chegar podes deixar o carro junto à Pousada e ir depois explorar a pé as redondezas. A praia, com o seu extenso areal e piscinas naturais que se formam na maré baixa, fica a uns 800 metros de distância. Mas também irás gostar de entrar em “modo férias” indo até ao centro de Almograve (a Pousada fica logo na entrada da aldeia) e pedindo, num restaurante, umas perceves ou navalheiras fresquinhas da costa, para saborear na esplanada, em jeito de “entrada” para esta viagem.

Na Costa Vicentina, o “menu” é extenso. Há muito para viver, sentir, apreciar. Se estiveres numa onda de caminhada, tens no centro de Almograve o início de um percurso pedestre – “Lapa das Pombas”. A dificuldade é baixa, a extensão é que nem tanto: quase 9 quilómetros que levam mais de três horas a percorrer, mas que oferecem uma incursão pelas belas arribas da costa e pelos terrenos cultivados do interior. Além de uma sessão de aromaterapia dada pela Mãe Natureza.

É apenas uma das muitas rotas com que esta parte do Alentejo te brinda. Há várias para fazer com calma (estás no Alentejo, lembra-te!), a pé, de bicicleta ou BTT. Como podes ver nesta página, há inúmeros percursos, alguns trilhos antigos de pescadores, outros feitos mais recentemente, a pensar em aventureiros de diferente resistência.

Se quiseres partir à descoberta de praias menos frequentadas nas redondezas da Pousada, o carro vai ser muito útil. Podemos falar-te da Praia dos Ouriços ou da Praia do Brejo Largo, mas o melhor é ires e descobrires por ti as praias que se escondem ao longo da costa. Umas de mais fácil acesso do que outras…

Estando de passeio por aqui, é obrigatória uma paragem no ponto mais ocidental da Costa Alentejana: o Cabo Sardão. O farol entrou em funcionamento em 1915 e tem uma particularidade – a torre está virada para terra (diz-se que o construtor virou a planta 180 graus!).

Não tão fácil de ver como o farol são as cegonhas brancas. Cuidado, claro, com a aproximação às falésias, mas de um sítio seguro procura encontrá-las (e aos seus ninhos) entre as rochas que escolhem para nidificar. É giro ficar a contemplar também as ilhotas que parecem ter-se soltado da costa aqui e ali. Há outras aves que poderás observar nestas bandas, como os falcões-peregrinos, as gralhas-de-bico-vermelho ou os francelhos (mais raros).

Para jantar – e depois de veres o por-do-sol que aqui é absolutamente fantástico – sugerimos-te uma ida até Vila Nova de Milfontes. Experimenta as especialidades desta região: a cataplana de marisco, o arroz de tamboril, a açorda de camarão, as massadas de peixe, as caldeiradas ou o saboroso sargo grelhado com alhinho e coentros.

Depois de jantar podes fazer a digestão dando um passeio até à conhecida Marbi, onde te esperam gelados de fabrico artesanal (ou os famosos croissants, em alternativa). Para beber um copo tens, por exemplo, o Bar azul. Com 25 anos é dos mais populares de Milfontes.

Ainda para ver nas redondezas: a célebre terra do festival - sim, a Zambujeira do Mar; o rio Mira, onde podes dar um passeio de barco e ter uma perspetiva diferente do Parque Natural do Sudoeste Alentejano e da Costa Vicentina; o Moinho de vento da Longueira, construído nos anos 20 do século passado.

Podes cansar-te à vontade durante o dia. À noite tens à espera a pacatez de Almograve e o despertar na Pousada no dia seguinte será, como sempre, ao som de passarinhos.

Pousada de Juventude de Almograve

Preço: Desde €11 por pessoa/noite

(*) Este artigo foi escrito no âmbito da parceria entre o Jornalíssimo e as Pousadas de Juventude. Todas as terças publicamos um artigo sobre uma Pousada diferente.

 

e-max.it: your social media marketing partner
Escrito por Jornalissimo
Voltar