Assiste em direto à viagem do mais jovem astronauta europeu

Um francês, uma norte-americana e um russo partem esta quinta, dia 17, para a ISS.

A Estação Espacial Internacional vai receber nos próximos dias o mais jovem astronauta europeu.

Thomas Pesquet tem 38 anos, é francês (nasceu em Rouen) e estudou na Escola Nacional Superior de Aeronáutica e Espaço, em Toulouse, onde se especializou na conceção e controle de satélites.

Antes de ter sido selecionado, entre vários milhares de candidatos, para ser astronauta da Agência Espacial Europeia (ESA), Thomas foi piloto comercial da Air France.

Nesta viagem com destino à Estação Espacial Internacional (ISIS), o jovem francês vai acompanhado por uma astronauta norte-americana da NASA, Peggy Annette Whitson, e pelo russo Oleg Novitskiy, da Roswcosmos. 

A missão de seis meses tem o nome de ‘Proxima’ (uma referência à ‘Proxima Centauri’, a estrela que fica mais perto do Sol) e começa já amanhã, dia 17, com a partida da nave Soyuz TMA-03 a partir do cosmódromo de Baikonur, administrado pela Rússia, no Cazaquistão (foto abaixo, tirada no dia da Super Lua). 

A viagem terá a duração de dois dias e vários momentos podem ser acompanhados em direto a partir, por exemplo, desta página da ESA.

 Lá em cima, enquanto orbita a uma distância de aproximadamente 400 quilómetros da superfície terrestre e vê o por-do-sol de 45 em 45 minutos, Pesquet terá muito trabalho para fazer.

O engenheiro aeronáutico está preparado para realizar cerca de 50 experiências científicas para a ESA e para a agência espacial francesa CNES.

Essas experiências são de domínios muito diversos: química, medicina, física, fisiologia, programação… Tanto se relacionam com a forma como várias partes do corpo humano lidam com a ausência de gravidade, como com bactérias, resistência de materiais ou tecnologias de controlo de objetos à distância.  

Além disso, Thomas está incumbido de uma missão pedagógica: deve inspirar os mais novos a interessarem-se pelo Espaço e a quererem seguir uma carreira neste campo.

Vai trabalhar em diferentes projetos educativos e partilhar a sua estadia no Espaço com quem o quiser seguir em Terra, na sua página de Facebook ou no Twitter.

“Se nós partimos para o Espaço não é para nós-mesmos, mas porque acreditamos que é útil para todo o mundo. É uma aventura coletiva, nascida do sonho e do trabalho de muitas pessoas. E é por isso que eu a quero partilhar com o maior número”, afirmou.

Neste site podes acompanhar a Estação Espacial Internacional em tempo real.

LÊ TAMBÉM:

10 Curiosidades sobre a Estação Espacial Internacional

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *