O que fazer para ajudar crianças com fome em países longínquos?

A desnutrição ameaça a vida de 22 milhões de crianças no Iémen, na Somália, no Sudão do Sul e na Nigéria.

Segundo o Fundo das Nações Unidas para a Infância (UNICEF), a desnutrição está por detrás de quase metade das mortes de crianças até 5 anos.

Neste artigo, que publicámos em fevereiro, dávamos-te já conta da situação dos quatro países onde há mais crianças a passar fome (Iémen, Somália, Sudão do Sul e Nigéria) e do alerta lançado pela UNICEF para fazer face a esta tragédia.

Na última semana, a UNICEF lançou novo apelo e lembrou-nos que, no Iémen, o país onde a fome ameaça o maior número de crianças, uma morre a cada dez minutos por causas evitáveis.

Se quiseres, e tiveres disponibilidade financeira para contribuir, reencaminhamos-te para a página da UNICEF Espanha onde podes oferecer Kits de nutrição, capazes de salvar vidas.

Cada ‘kit’ de €52,84 permite à UNICEF tratar uma criança com desnutrição durante um mês e inclui vários pacotes de ‘Plumpy’Nut’ (uma pasta alimentícia feita à base de amendoim), ou outros alimentos conhecidos como RUTF, as iniciais de ‘Ready-to-Use Therapeutic Food’, ou seja, alimentos terapêuticos prontos a usar.

As crianças recebem este alimento em pequenas porções dentro de embalagens de plástico e, através dele, conseguem todos os macro e micronutrientes nas quantidades e proporções necessárias para combater a subnutrição e permitir o seu crescimento.

A UNICEF dá a possibilidade de se comprar o kit nutrição (ou outro produto necessário a crianças carenciadas) em nome de alguém. São as chamadas prendas solidárias (em castelhano, “regalo azul”).

Se visualizares esta página da UNICEF até ao fim encontras vários artigos que podes oferecer a crianças a passar por dificuldades em nome de uma pessoa de quem gostes, por exemplo, no seu aniversário ou numa ocasião especial.

Baralhado? Na realidade tratam-se de prendas que têm dois destinatários. Por um lado, as crianças ajudadas pela UNICEF, por outro a pessoa que queres presentear.

A criança recebe um ‘kit’ nutrição, ou uma bicicleta, ou um pack de aprendizagem (há muitas opções) e a pessoa que presenteias recebe um postal da UNICEF e fica a saber que compraste um desses produtos em seu nome.

Em 2015, graças a esta ideia, só a UNICEF Espanha conseguiu oferecer alimento durante um dia a 1.345.500 crianças, vacinar outros 2.348.320 e ainda dar a 2.235.000 acesso a água potável durante uma semana.

Se preferires, podes consultar a página da UNICEF E.U.A., mas aqui os preços surgem em dólares.

Contactámos a UNICEF Portugal e fomos informados que estes ‘kits’ não estão disponíveis na loja portuguesa, onde há objetos com preços vários, sendo que apenas uma percentagem do seu custo reverte a favor da UNICEF Portugal.

Uma pessoa só não consegue resolver o problema – no último apêlo, a UNICEF diz necessitar de 255 milhões de euros para proporcionar alimentos, água, saúde e educação às crianças destes quatro países -, mas o contributo de cada um pode fazer a diferença. 

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *