Sigep, 2015, Rimini

E se te sugerissem um gelado de pão?

Preferias baguete, prezel, pita? É uma das novidades do Salão de Gelado Artesanal a decorrer em Rimini, na Itália.

É mais ou menos como uma semana da moda. Em vez de roupa, as coleções que se apresentam, anualmente, em Rimini (Itália) são de gelados. O Salão Internacional de Gelataria, Padaria e Panificação, este ano na 36ª edição, marca tendências e leva a esta cidade na costa do Adrático conceituados nomes de “gelatieri” artesanais.

A avaliar pelo que lá se vê, em 2015 vão estar na moda os gelados saudáveis, bio, veganos e sem glúten, com ingredientes de todo o mundo.

A marca Fugar, por exemplo, apresenta um gelado feito de bagas de goji chinesas, um superalimento, conhecido pelas propriedades oxidantes. Põe nas bolas também os sabores das Arábias: o novo gelado “cubaita” sabe a torrão tem amêndoas e sésamo.

Outra marca, a MEC 3, aposta num fruto peruano, a Lucuma, considerado “o ouro dos Incas” para fazer um gelado sem glúten.

O que mais está a surpreender os visitantes da Feira de Rimini são os gelados da Fabbri, que este ano decidiu fazer uma homenagem à padaria mundial e apresentar diversos gelados com sabor a pão. Há o de baguete francesa, o prezel alemão, o pão pita da Grécia, entre outros.

A Comprital assegura que os sete sabores de gelado vegan que criou são saborosos, mesmo não tendo na confeção qualquer ingrediente de origem animal.

A Feira dura até à próxima quarta, 21. Venha o calor.

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *