Aos 17 anos, Sadat Rahman, do Bangladesh, e o vencedor doThe International Children's Peace Prize | Foto: kidsrights.org

A luta contra o Cyberbullying valeu-lhe um prémio

Aos 17 anos, Sadat Rahman, do Bangladesh, é o vencedor do “Nobel” da Paz das crianças.

O Prémio Internacional da Paz para Crianças (The International Children’s Peace Prize), organizado anualmente pela fundação holandesa KidsRights desde 2005, foi este ano para um jovem do Bangladesh.

Sadat Rahman venceu entre 142 candidatos de 42 países, tendo recebido o galardão na passada sexta-feira, 13, na Holanda, das mãos de Malala Yousafzai.

Todos os anos, é um vencedor do Prémio Nobel da Paz que entrega este galardão. Este ano, a escolhida foi Malala, que também já venceu este mesmo troféu. O prémio distingue um menor de idade (até aos 18 anos) pelo seu trabalho na luta pelos direitos das crianças.

Sabat recebe cem mil euros para continuar a apostar nos seus projetos de prevenção do cyberbullying e, pela divulgação da sua vitória, consegue espalhar a sua mensagem a milhares de pessoas em todo o mundo.

Uma ajuda sempre à mão

Sadat fundou a organização Narail Volunteers, responsável pela criação de uma aplicação móvel, a Cyber Teens, que ajuda os adolescentes a saberem como se manter seguros online. A aplicação já resolveu 60 denúncias e já foi responsável por que 8 cibercriminosos fossem julgados em tribunal.

A ideia para estes projetos surgiu a este jovem quando soube do suicídio de uma jovem de 15 anos por ser vítima de cyberbullying.

Um dos principais problemas em torno do cyberbullying é que os jovens têm medo de denunciá-lo à polícia e têm vergonha de contar aos pais aquilo por que estão a passar.

A aplicação que Sabat criou permite aos jovens denunciarem casos de cyberbullying de forma confidencial e contarem com o apoio de especialistas cibernéticos, assistentes sociais e da polícia.

O trabalho de Sadat em números

Ao todo, a aplicação já apoiou mais de 300 vítimas de cyberbullying no Bangladesh. Permitiu também identificar contas falsas em redes sociais e dar apoio a problemas de saúde mental.

Na sequência de denúncias feitas através da aplicação, já oito perpetradores de crimes cibernéticos foram presos até o momento.

Além da aplicação, Sadat passa a sua mensagem e promove a alfabetização digital junto de crianças e jovens, dando seminários sobre segurança na Internet em escolas e faculdades e criando Cyber Clubes. Já mais de 45 mil adolescentes assistiram a estas sessões.

Em Portugal, há também projetos para combater o cyberbullying e ajudar as vítimas destes ataques. Se precisares de ajuda podes, por exemplo, contactar gratuitamente a Linha Internet Segura através do 800 219 090 (dias úteis entre as 9 e as 21 horas). Também podes escrever um email para linhainternetsegura@apav.pt.

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *