As máquinas de venda automática entraram numa nova dimensão

Nos Estados Unidos, há uma que vende carros. Não é tão fácil como comprar um chocolate, mas quase.

O destino deste artigo é a máquina de venda de carros – no final, tens até um vídeo que a mostra em funcionamento.

Para já, a viagem está ainda no começo e há um percurso a fazer até chegar lá.

Podemos iniciar a história em janeiro deste ano, quando a conceituada revista ‘Forbes’ colocou a ‘Carvana’ na lista das vinte mais promissoras empresas de 2015.

A companhia norte-americana inovou ao abrir um novo caminho no comércio de automóveis: vende viaturas pela Internet para todo o território dos Estados Unidos.

Entrando no site da marca, comprar carro em segunda mão parece a coisa mais fácil do mundo. E pode demorar escassos minutos apenas.

O cliente pode escolher entre uma série de critérios – modelo, marca, ano, preço, cor, caraterísticas… – e o site devolve-lhe os carros que tem à disposição.

Cada viatura foi fotografada através de um sistema especial, 360 graus, que permite ao potencial comprador ver todos os detalhes do exterior e do interior do veículo, com portas abertas e fechadas.

O site dá, ainda, a possibilidade de conseguir crédito e oferece uma garantia para cada automóvel. Mesmo assim, quem compra pode devolver o veículo até sete dias depois da compra se não ficar satisfeito.

Ao não ter ‘stands’, nem vendedores, a empresa proporciona um preço altamente competitivo. 

O conceito de negócio é já bastante inovador, mas a ‘Carvana’ não parecia estar ainda satisfeita e carregou a fundo no pedal da criatividade.

Lembrou-se de criar uma máquina de venda automática de carros, a tal que dá título a este artigo e que foi inaugurada em inícios de novembro.

No final da compra online, o cliente pode decidir se quer que a viatura lhe seja entregue em casa ou se prefere deslocar-se a Nashville, no estado do Tennessee, e levantá-la na máquina automática.

Escolhendo a última opção, o comprador recebe uma moeda personalizada para inserir na máquina gigante, com cinco andares e capacidade para vinte viaturas.

Depois? Depois é só ficar a ver o engenho a funcionar automaticamente até ter o carro nas mãos.

Para incentivar os clientes a irem buscar o veículo, a ‘Carvana’ oferece até um vale de duzentos dólares para ajudar a pagar o voo só de ida para Nashville.

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *