Nintendo: até à novíssima 3DS é uma longa história

Mas nós contamos-te. Sabias que os antepassados da consola que acabou de chegar a Portugal são cartas de jogar?

Depois do sucesso obtido no Japão, onde, na primeira semana em que foram postas à venda, 1,4 milhões de unidades voaram, os fãs portugueses do Super Mario e companhia podem já adquirir as novas Nintendo 3DS e 3DS XL.

O primeiro aspeto que salta à vista nestas consolas é o tamanho do ecrã, mas há outras diferenças em relação ao modelo que vêm substituir.

Agora, é possível jogar sem óculos especiais; a experiência a três dimensões foi melhorada e torna-se mais confortável, porque a consola “lê” a linha visual do jogador e adapta-se a ela; tem novos comandos, botões e um processador que permite descarregar jogos mais rapidamente.

A nova 3DS permite também trocar as capas, o que é sempre divertido (ao contrário da maior, a XL).

125 ANOS DE HISTÓRIA

Estes últimos modelos já nem sabem dizer o grau de parentesco que têm com a primeira consola da marca, quanto mais com os baralhos de cartas com que começa a história da Nintendo.

Isso mesmo, tudo começou há 125 anos, em Quioto, no Japão, com o fabrico de cartas para um jogo tradicional japonês, denominado Hanafuda. Alguns anos depois, Fusajiro Yamauchi expande o negócio, começando a fabricar baralhos de cartas ocidentais para exportação. Mas os japoneses acabaram por ficar fãs também das nossas cartas.

Abreviando, saltamos para 1933, quando o fundador cria realmente a empresa Yamauchi Nintendo Co. Ltd. O negócio centra-se nas cartas durante muitos anos e, em 1962, inova ao criar baralhos para crianças. É também neste ano que as ações da empresa passam a ser cotadas na Bolsa.

MUDA TUDO

É preciso chegar a 1970 para os caminhos da marca se cruzarem com a eletrónica, quando a série Beam Gun usa tecnologia optoeletrónica (já nem o dicionário reconhece a palavra!). Três anos mais tarde, a Nintendo era responsável por o bowling deixar de ser o passatempo preferido dos japoneses que se fascinaram com o sistema de disparo a laser introduzido pelo senhor Yamauchi

As primeiras consolas domésticas são fabricadas nos finais dos anos 70, quando a Nintendo já tinha começado a exportar para a Europa e os Estados Unidos.

O Super Mario, ainda que não com esse nome, nasce em 1980, com o jogo Donkey Kong. O carpinteiro chamava-se então Jumpman. O seu “salto” para a Europa dá-se em 1986. Vem acompanhado por outros clássicos como “The Legend of Zelda e Excitebike”.

WII: TOCA A MEXER

Quando é que chega o Game Boy? Em 1990, um ano depois de ser apresentado no Japão. Seis anos depois começam a entrar muitos “milhões” na história: nesse ano milhões fazem fila para ser os primeiros a experimentar a Nintendo 64; em 2000 a Nintendo Game Boy vende mais de 100 milhões, algo inédito; os Pokémon Gold e Silver para a Game Boy Color vendem um milhão de unidades no fim-de-semana em que chegam à Europa, em 2001; em 2004 a Nintendo DS apresenta-se ao mundo, com ecrã duplo e Touch Screen – um estrondoso sucesso.

Daí até ao presente já tu sabes. Vem a Wii, pois claro, a Wii Fit que pôs todos lá em casa a fazer exercícios e muitos outros momentos que se quiseres podes recordar na caixa de comentários aqui em baixo.

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *