Quem tem saudades de jogar “Snake”?

O viciante jogo da Nokia está a causar outra vez sensação. Agora joga-se nas fontes de King’s Cross, em Londres.

Na evolução veloz dos jogos eletrónicos, o jogo da serpente já nos parece quase pré-histórico.

Mas não foi assim há tantos anos que gastámos a bateria dos velhinhos Nokia a tentar fazer crescer aquela esfomeada serpente que aumentava de cada vez que comia um dos pequenos pontos que iam surgindo no ecrã.

Os “tijolos” da Nokia não voltaram, mas graças a uma equipa de criadores de videojogos, a serpente está de volta. Desta vez, joga-se nas fontes luminosas de Granary Square, em Londres.

Para jogar, basta ter um smartphone, descarregar a aplicação “Granary Squirt” na Apple App Store ou no Google Play e – talvez o mais difícil – estar em Londres.

As fontes foram equipadas tecnologicamente de tal forma que, quando o jogador acede à aplicação no local, utilizando o wifi “The Cloud” se inicia o jogo.

É como se a fonte fosse o ecrã. Nela, os jorros de água (iluminados de noite) ganham a forma de serpente e o jogador tem de levar o “réptil” até ao encontro dos repuxos que vão surgindo (os objectos a recolher para fazer o bicho crescer).

A serpente é controlada através do smartphone e, tal como no jogo antigo, aqui não se pode chocar contra as paredes ou deixar que a boca toque a cauda.

Esta nova versão, tem uma dificuldade acrescida: como podem jogar até oito pessoas ao mesmo tempo, é também proibido colidir com a “snake” dos outros.

Se por acaso estiveres por Londres ou fores até lá, fica a saber que só é possível jogar entre as 17 e as 20 horas.

Depois de “Snake”, as fontes de King’s Cross vão receber outros jogos. No site do bairro londrino podes ficar a par dos novos jogos quando eles forem lançados.

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *