O que acontece quando 61 paraquedistas se juntam?

Fazem um desenho no ar e batem um recorde, de ‘wingsuit’ no caso.

Na fotografia, os 61 paraquedistas parecem estrelas. Estrelas coloridas debaixo de um céu diurno.

O espetáculo que proporcionaram foi apenas um pouco menos efémero do que o de uma estrela cadente e de uma beleza igualmente rara.

Em dois minutos (talvez nem tanto) saltam de três aviões a mais de quatro quilómetros do solo, juntam-se, sincronizam-se de modo a formar uma imagem – um diamante? – e logo se separam, preparando-se para a aterragem.

Os habitantes de Perris Valley, na Califórnia, puderam presenciar o momento, protagonizado por desportistas de doze países, ao vivo.

Foi em meados do mês passado, a 17 de outubro, um dia que fica na história desta modalidade, porque estes homens conseguiram superar o recorde anterior de formar um desenho humano em voo.

O recorde anterior datava de junho e tinha juntado 42 ‘wingsuit skydivers’.

Se não conheces Sebastian Álvarez, o “homem-pássaro”, clica aqui.

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *