THE JUNGLE BOOK (Pictured) BAGHEERA and MOWGLI. ©2016 Disney Enterprises, Inc. All Rights Reserved.

Mogli, Balu, Bagheera e Shere Khan de regresso ao cinema

O Livro da Selva, do Nobel Rudyard Kipling, tem nova adaptação da Disney.

As aventuras do pequeno Mogli – criado no bosque por uma família de lobos, depois de ter sido encontrado pela pantera Bagheera – fazem parte do imaginário infantil de várias gerações, desde que o escritor inglês, nascido na Índia, Rudyard Kipling escreveu, em finais do século XIX, “O Livro da Selva”.

Em 1967, a adaptação do livro ao cinema, pela Disney, tornou ainda mais popular a história (na realidade, o livro é uma compilação de histórias), que convida a uma reflexão sobre o relacionamento entre homens e animais.

 

O clássico da literatura e do cinema de animação volta agora ao grande ecrã, numa combinação de imagem real com animais e ambientes criados em computador.

O ator que desempenha o papel de Mogli é o único de carne e osso. Neel Sethi gravou as cenas em estúdio, rodeado por bonecos que imitavam os animais criados em computador.

Assim, foi mais fácil para o pequeno ator, que tinha dez anos quando foi selecionado entre centenas de candidatos (hoje tem 12), direcionar o olhar e simular a interação com os animais que com ele, virtualmente, contracenam.

 

Na viagem que é obrigado a fazer para abandonar a selva, devido ao regresso de Shere Khan (o tigre que carrega cicatrizes feitas pelo Homem e ameaça tornar a cria humana num petisco), Mogli é acompanhado pela pantera Baghera e pelo urso conhecido pelo seu espírito libre, Balu. 

Ao longo do percurso, outros animais surgem (nem todos com as melhores intenções), como a cobra piton Casca que vai hipnotizar Mogli com o seu olhar sedutor. O percurso feito por Mogli corresponde, também, a uma viagem interior, de autodescoberta, de crescimento.

 

Os animais têm voz de atores e atrizes bem conhecidos, como Bill Murray, Lupita Nyong’o ou Scarlett Johansson. A realização é de Jon Favreau, que teve grande preocupação em usar a tecnologia de ponta para criar um ambiente que parece real, autêntico.

Antes de te deixarmos um aperitivo do filme, contamos-te algumas curiosidades:

– 80% do filme corresponde a imagens virtuais:
– os elementos naturais que vês foram inspirados na selva indiana (o escritor do livro que inspira o filme nasceu em Bombaim);
– “O Livro da Selva” lançado pelaDisney em 1967 foi o último filme a ser supervisionado por Walt Disney, que haveria de falecer um ano antes da estreia;
– as personagens do livro são muitos familiares aos Escoteiros. Em muitos grupos, o livro de Kipling serve de referência aos Lobitos, que adotam o nome de animais do livro.

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *