Uma viagem supersónica no tempo

Dos barcos naufragados há séculos no Mar Negro à fé na ciência futura. 

Em destaque:

Um cemitério de barcos foi descoberto no fundo do Mar Negro

Uma expedição científica no Mar Negro revelou a existência de barcos que ali naufragaram entre os séculos IX e XIX. As imagens são espetaculares: mostram embarcações em excelente estado de conservação e há uma explicação científica para isso: a falta de oxigénio no fundo deste mar.

Podemos mesmo ser congelados e vir a acordar no futuro?

O processo chama-se criogenia e está na agenda mediática por causa do pedido à Justiça britânica feito por uma jovem londrina de 14 anos que sabia que ia morrer de cancro terminal. A propósito, fomos saber que garantias oferece este processo (criogenia), quantas pessoas estão congeladas, como se processa tudo.  
Só nos Estados Unidos há quase 300 pessoas neste estado de “hibernação” à espera de serem ressuscitadas no futuro. E também há muitos animais de estimação.

O que acham os jovens de Donald Trump?

Ninguém o admira propriamente, muitos espantaram-se com a sua eleição, mas poucos se mostram assustados. A maioria acha que Trump, nem que queira, será impedido de fazer tudo o que prometeu durante a campanha.

Pergunta da semana:

Dá-nos a tua opinião sobre a criogenia! Escreve-nos para info@jornalissimo.com até ao próximo dia 30 de novembro. Gostavas de ser criopreservado? Imaginas-te a acordar daqui a muitos séculos, num mundo em que não conheces ninguém? Achas que a ciência vai ser capaz de dar uma segunda vida a estes corpos congelados? Este processo levanta-te questões éticas? 

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *