Já se ouvem as pancadas do US Open

De hoje, 29 de agosto, a 11 de setembro, joga-se o último torneio do Grand Slam. Há dois portugueses em prova.

Depois do ‘Open da Austrália’, de ‘Roland-Garros’ e de ‘Wimbledom’ joga-se, a partir de hoje, o último dos quatro torneios de ténis mais importantes do ano: o ‘US Open’, que se realizou pela primeira vez em 1881.

Os maiores craques do ténis marcam presença em Nova Iorque, mas este ano há duas ausências de peso: o suíço Roger Federer (4º no ranking mundial) e o checo Thomas Berdych (8º), ambos faltam por questões de saúde. O suíço recupera de um problema no joelho esquerdo, o checo sofreu uma apendicite.

Com o número um do mundo, o sérvio Novak Djokovic (1º) a viver um momento de forma menos bom, muitos apontam o britânico Andy Muray (2º) como favorito à vitória – ele que acaba de vencer o ouro nos Jogos Olímpicos e que já em julho tinha ganho em ‘Wimbledom’.

Mas é preciso não esquecer outros nomes de relevo, como Stan Wawrinka (3º), Rafa Nadal (5º), Milos Raonic (6º) ou o argentino Del Potro, que está de regresso ao US Open, depois de uma lesão o ter afastado dos últimos torneios. Aliás, Del Potro já mostrou no Rio de Janeiro estar em boa forma – venceu Djokovic e Nadal, conseguindo ficar com a prata.

Portugal está representado em Nova Iorque por João Sousa e Gastão Elias, em 36º e 60º posições respetivamente.   

Do lado feminino, Serena Williams terá os olhos dos apreciadores de ténis postos nela. Jogando “em casa”, Serena deverá querer lutar por manter o número 1 no ranking e por superar Steffi Graff. Se vencer o ‘US Open’, Serena superará a tenista alemã em títulos conquistados no Grand Slam. Ambas têm 22. 

No último ‘US Open’, as coisas não correram nada bem à tenista americana, que perdeu com a italiana Roberta Vinci (8ª) nas meias-finais e, recentemente, nos Jogos Olímpicos, a sua prestação também ficou aquém das expetativas.

Mas há outros nomes a lutar, também, pela vitória no torneio que se disputa em ‘Flushing Meadows’ que não são de descurar: Angelique Kerber (2ª), a espanhola Garbiñe Muguruza (3ª), Agnieska Radwanska (4ª), Simona Halep (5ª). Entre as tenistas, a principal ausência é a bielorussa Victoria Azarenka, que está grávida.

Nesta, que é a 136ª edição do ‘US Open’, esperam-se cerca de 700 mil espectadores que, desta vez, não temerão a chuva: este ano estreia-se um teto amovível que fará com que, mesmo que a chuva marque presença, os jogos não sejam adiados. 

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *